Grupo escolhe presidente para 2013 em Ponta Porã

Integrantes de sete partidos destacam união, boa vontade de ajudar o prefeito eleito e anunciam Agnaldo Miudinho como futuro presidente.

Durante entrevista coletiva com a imprensa na tarde desta
segunda-feira, dia 26, vereadores eleitos em Ponta Porã anunciaram a criação de um grupo suprapartidário, que reúne 10 dos 15 vereadores eleitos por sete partidos (G7), nas últimas eleições. O objetivo do encontro com os jornalistas foi de acabar com especulações, aproveitando o momento para anunciar a boa vontade de ajudar o prefeito eleito e, no mesmo ato, aproveitaram para anunciar o vereador Agnaldo Miudinho (DEM) como futuro presidente da Câmara Municipal.
O grupo é formado pelos vereadores do PSDB: Leny Klais,
Osmar de Matos, Hugo Acosta, Marquinhos Benites; Otaviano Cardoso(PR), Biro Biro (PHS), Rony Lino (PSB), César Matoso (PTdoB), Brunoí Reichardt (PMDB) e Agnaldo Miudinho (DEM).
Todos eles defendem o fortalecimento do poder legislativo com atuação independente, mas garantindo apoio ao prefeito eleito Ludimar Novais (PPS), na aprovação dos projetos que sejam importantes para a população e cobrando o cumprimento das promessas que foram feitas durante a campanha eleitoral,
sobretudo na questão de saúde e funcionalismo, frisou o futuro presidente da Câmara.
Agnaldo Miudinho que foi escolhido pelo grupo para presidir
a Mesa Diretora em 2013, ressaltou que a coletiva com a imprensa foi importante para demonstrar a união que existe entre os vereadores eleitos, acabando com especulações que possam ocorrer. "Nosso grupo é que definirá as composições das Mesas Diretoras do Poder Legislativo até 2016, sem interferências externas. O Ludimar hoje respira a Prefeitura e nós respiramos a Câmara Municipal", disse Miudinho.
Em nome dos vereadores tucanos, Osmar de Matos, disse
que antes de tomar a decisão de compor com o G7 apoiando Miudinho para presidente em 2013, conversou com o presidente do seu partido, o prefeito Flávio Kayatt. "O prefeito nos deu total liberdade para tomar as decisões que julgarmos necessárias e foi isso que aconteceu. A partir de hoje se ocorrer qualquer tentativa de interferência seja de quem for, posso assegurar que não haverá nenhuma obediência, até porque tivemos a carta branca do presidente do nosso partido", disse Matos.
Otaviano Cardoso, por sua vez, também destacou a boa
intenção do grupo em ajudar o prefeito eleito Ludimar Novais. "Nós estamos em um momento de definições, como já vem ocorrendo nas câmaras municipais de outras cidades do Estado. Nosso grupo está unido, coeso e aberto para conversar com o poder executivo. O momento que o prefeito Ludimar entender que é bom reunir os vereadores para conversar é só marcar a reunião, seja individualmente ou em grupo. O que podemos
afirmar é que vamos discutir e votar favoravelmente todos os projetos que atendam aos anseios da população. O grupo que montamos com os sete partidos nada mais é do que uma demonstração de independência e de que esses dez vereadores podem e vão definir as composições da Mesa Diretora até 2016", ressaltou Cardoso.

Sem aumento
Com relação ao aumento no número de vereadores de 10 para
15 a partir de 1º de janeiro do ano que vem, os membros do G7 informaram
que não ocorrerá nenhum aumento de gastos públicos. "O valor do
duodécimo é o percentual previsto na Constituição Federal. Então se é 10
ou 15 vereadores não importa, o que acho interessante a população saber é
que o percentual do duodécimo é o mesmo", disse Cardoso, cuja resposta
foi complementada pelo vereador Agnaldo Miudinho, que ressaltou que o
número de assessores dos gabinetes está sendo reduzido e alguns cargos
extintos. "Além disso, vamos utilizar a antiga sede do Posto de Saúde
Central para abrigar setor administrativo da Câmara Municipal, criando
espaço para a instalação dos cinco novos gabinetes que serão necessários a
partir do próximo dia 1º de janeiro", destacou.

Legendas:
- G7 reúne sete partidos e conta com dez vereadores eleitos

- Agnaldo Miudinho escolhido pelo G7 para presidir Câmara em 2013

Fotos: Rose Barros

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados