Mesa-redonda debate desenvolvimento urbano na Câmara de Dourados

A Câmara Municipal de Dourados sedia nesta quinta-feira (29), a partir das 19h, a Mesa-Redonda "Dourados: Uma cidade Planejada. Utopia ou Realidade?". O evento organizado pelo curso de Gestão Ambiental da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) será aberto a toda a sociedade e terá a presença de especialistas em Urbanismo e estudantes. Eles vão discutir o desenvolvimento do município sob a ótica da sustentabilidade. O vereador Elias Ishy (PT) será um dos participantes.

Sugerido a partir de um projeto de extensão da UFGD, esse debate envolve especialmente a ampliação do perímetro urbano de Dourados, ocorrida em 2011 e que, segundo os realizadores do evento, ocorreu "sem um amplo e participativo debate dos vários segmentos da sociedade sobre a pertinência da expansão, os ganhos e perdas para a cidade, e ações compensatórias", "considerando atender somente interesses imobiliários mais que a população e o desenvolvimento da cidade".
De acordo com o artigo produzido no projeto de extensão, o Plano Diretor do município, que aceitou a expansão do perímetro urbano, "não foi completamente implementado e revela-se carente de revisão". Esse fato, segundo os autores, "poderá vir a comprometer o desejado desenvolvimento por desencadear problemas socioambientais em grande escala territorial".
Ao todo, o Executivo municipal pretendia expandir o perímetro urbano de 82 km² para 269 km². Essa meta foi revisada ao passar pelo crivo de conselheiros municipais de Meio Ambiente, de Desenvolvimento Urbano e de Desenvolvimento, resultando nos 205 km² aprovados. "Ainda assim, a atual expansão [...] constitui-se em um aumento exagerado, onde o ritmo da expansão urbana, em desproporção aos investimentos na infraestrutura de captação de águas pluviais, contribui para a ampliação das áreas atingidas por alagamentos, particularmente em bairros mais periféricos, representando sucessivos danos materiais aos moradores dessas áreas".
E é justamente para buscar soluções a essas demandas urbanas que a Mesa-Redonda foi proposta. "O debate visa por em pauta as questões urbanísticas referentes à forma em que esta sendo conduzido o planejamento da cidade", justificam os realizadores Thais Maria Gonçalves Rocha, Willian Rotermel Grando, João Vinícius de Sá Gonçalves, Marcelo Augusto Dametto, orientados pelos docentes Mario Vito Comar e Jairo Campos.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados