“Dourados sem Dengue”


Prefeito e o secretário de Saúde se reuniram nesta terça-feira para discutir o problema; para manter doença longe do município, Murilo quer esforço concentrado da equipe

O prefeito Murilo determinou nesta terça-feira a realização de uma força-tarefa liderada pela Secretaria de Saúde para manter a dengue longe do município de Dourados.


Durante reunião com o secretário Sebastião Nogueira e diretores da Saúde municipal, o prefeito anunciou a campanha "Dourados sem Dengue". A meta é envolver outras secretarias e órgãos da prefeitura, além de voluntários, com o objetivo de impedir o aumento do número de casos de dengue.

A determinação do prefeito é para que o trabalho seja executado inclusive em imóveis fechados, onde é comum a presença de focos do transmissor da dengue. A Prefeitura de Dourados vai adotar as medidas legais necessárias para garantir a entrada dos agentes nesses imóveis.

O prefeito foi informado pelo secretário de Saúde sobre os mutirões realizados nos últimos dias na cidade e nos distritos. Desde o dia 11, pelo menos 6.300 imóveis foram vistoriados pelos agentes municipais, que encontraram quase 200 focos do mosquito transmissor e notificaram 115 proprietários com base na Lei da Dengue.

Neste ano, 34 casos suspeitos de dengue foram registrados em Dourados e dois foram confirmados. O número é considerado baixo, pois outras cidades de Mato Grosso do Sul enfrentam situação de epidemia. Em Campo Grande, por exemplo, 9.300 casos foram notificados até o dia 20 deste mês, o que fez a prefeitura decretar situação de emergência no município.

O prefeito Murilo disse que é importante manter o alerta entre a população, para que Dourados continue livre da doença. "Mais uma vez vamos mobilizar toda nossa equipe para percorrer os bairros, eliminar os criadouros do mosquito, conversar com as pessoas e conscientizá-las de que não podemos baixar a guarda", afirmou o prefeito.

Sebastião Nogueira disse que o período crítico para proliferação da dengue ainda está no começo, por isso todos os cuidados precisam ser tomados para impedir a infestação do mosquito e consequentemente aumento do número de pessoas infectadas.

O secretário de Saúde informou que já começou a discutir com a equipe os detalhes da campanha "Dourados sem Dengue". A mobilização vai incluir ações nos bairros, orientação aos moradores e fiscalização com base na Lei da Dengue, que prevê aplicação de multa ao proprietário de terreno baldio ou morador que não mantiver a área limpa e livre de focos do Aedes aegypti.

Legenda: Secretário de Saúde Sebastião Nogueira lidera campanha "Dourados sem Dengue"
Crédito: A. Frota

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados