Pesquisa relaciona trabalho nas usinas a tuberculose em indígenas

A partir da pesquisa para identificar os fatores de risco para o desenvolvimento da tuberculose em pacientes indígenas de Dourados (MS), o artigo "Sugar cane manufacturing is associated with tuberculosis in na indigenous population in Brazil" foi publicado em 10 de janeiro de 2013 na revista britânica "Transactions of the Royal Society of Tropical Medicine and Hygiene" (http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23306443).

O artigo evidencia a relação entre o trabalho nas usinas de cana-de-açúcar e o desenvolvimento de tuberculose.  A autoria é de Flávia Patussi Correia Sacchi (Faculdade de Ciências da Saúde – FCS e Hospital Universitário - HU da Universidade Federal da Grande Dourados - UFGD), Mariana Garcia Croda (HU), Anderson Oliveira Estevan (FCS), Albert I. Koc (Epidemiology of Microbial Disease Division, Yale School of Public Health, New Haven, USA) e Julio Croda (FCS).
Todos os casos de tuberculose entre a população indígena, no período de junho de 2009 a agosto de 2011, foram incluídos nesse estudo e cada caso foi comparado com duas outras pessoas que não tinham tuberculose, chamadas de controles, com idades similares e residentes na mesma região geográfica. Foram incluídos no estudo 63 pacientes e a incidência anual de tuberculose nas comunidades indígenas foi de 222 casos para cada 100.000 habitantes, o que é considerado 6 vezes mais que na população não indígena.

Os resultados da pesquisa demonstraram que os fatores associados com o desenvolvimento da tuberculose nessa população foram: ser do sexo masculino, não possuir casa própria, analfabetismo, ter contato com alguém que tenha tuberculose e principalmente trabalhar em usinas de cana-de-açúcar.

De acordo com o artigo, os dados demonstram uma clara relação entre o trabalho nas usinas de cana-de-açúcar e o adoecimento por tuberculose entre as populações indígenas, ou seja, os indígenas que trabalham nestas usinas têm uma maior probabilidade de desenvolver a tuberculose quando comparados àqueles que não trabalham nestes locais.

Os resultados da pesquisa indicam que medidas de controle mais efetivas como triagem e oferecimento de exames periódicos para tuberculose deverão ser adotadas pelos empregadores e serviço de saúde municipal e estadual para o controle da tuberculose principalmente nas usinas de cana de açúcar.

TUBERCULOSE
A tuberculose é uma doença infecciosa e contagiosa, causada por uma bactéria conhecida como Mycobacterium tuberculosis e que pode acometer diferentes órgãos, sendo a tuberculose pulmonar sua principal forma.

A doença continua sendo uma das principais causas de mortalidade no Brasil, principalmente entre os povos indígenas. Para os autores do artigo, identificar características associadas ao desenvolvimento da tuberculose nessa população é fundamental para propor medidas direcionadas ao controle da doença.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados