Procon divulga pesquisa sobre material escolar em Dourados

O Procon, órgão ligado à Prefeitura de Dourados, realizou nesta segunda-feira a pesquisa de material escolar em nove estabelecimentos comerciais da cidade. Foram pesquisados 74 itens e a diferença entre o menor e o maior preço chega a mais de 500%.


O dicionário de Inglês/Português e Espanhol varia 230%. Já o apontador de lápis simples sem depósito varia mais de 500%. Outra grande diferença de preço foi encontrada no papel para fichário com 100 folhas – 268%. O fichário com divisórias varia mais de 500%, segundo o Procon.

A pesquisa tem como principal objetivo mostrar ao consumidor as diferenças de preços que pode encontrar no mercado de material escolar, chamando a atenção para a necessidade da comparação antes da compra.

Os preços dos produtos podem ter variações consideráveis de um estabelecimento para outro, inclusive por ocasião de descontos, promoções e principalmente diferença de marcas. Por isso, o consumidor deve fazer uma pesquisa em vários estabelecimentos, negociar descontos e prazos para pagamento. A compra em conjunto pode facilitar as negociações.

Para garantir o orçamento doméstico no início do ano, já bastante comprometido com as faturas de compras do final do ano e de impostos e taxas para o ano vigente, é fundamental racionalizar a compra de material escolar, buscando aproveitar materiais utilizados no ano anterior, que estejam em boas condições de uso. Outra dica importante é promover e participar da troca de livros didáticos entre alunos que cursam séries diferentes.

Na busca pelo menor preço é importante que o consumidor não se esqueça de observar a qualidade e procedências dos produtos, evitando ter de efetuar novamente compras de materiais que deveriam durar ao menos até o final do ano letivo.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados