Com voo lotado, Dourados inicia ligação direta com São Paulo

Cidade passa a ter dois voos por dia partindo do Aeroporto Francisco de Matos Pereira para a capital paulista; o retorno de São Paulo acontece de manhã e à noite
 A Azul começou a operar nesta quarta-feira voos diretos entre Dourados e São Paulo (Campinas). São dois voos, um na madrugada e outro à tarde. O voo inaugural, com direito a batismo, chegou a Dourados vindo do aeroporto de Viracopos às 13h e teve decolagem de volta às 13h50. Este voo será de segunda a sexta-feira, com duração de duas horas.
"Esses novos voos são muito importantes, sobretudo, pela comodidade dos moradores de Dourados e região que não precisam ir mais a Campo Grande", afirmou o médico Rafael Susin, 34, que embarcou para São Paulo ao lado da esposa. "Hoje [quarta-feira] eu trabalhei de manhã. Poderia resolver assuntos em São Paulo e voltar para trabalhar amanhã [quinta-feira] à tarde. Vai facilitar muito, sobretudo esse voo da tarde", afirmou.


Os novos voos podem ser considerados sucesso absoluto. O ATR 72-600 da Azul, de 70 assentos, pousou em Dourados com 50 passageiros e decolou levando 66. A previsão da Azul, com base na venda de passagens antecipada, é de que os quatro voos diários entre Dourados e São Paulo (ida e volta) tenham no mínimo 80% de ocupação desde o início. O primeiro voo foi feito numa aeronave de cor rosa, que divulga a campanha contra o câncer de mama.

Para o engenheiro mecânico Hélio Danesi, 48, de São José do Rio Preto, que vem sempre a Dourados a trabalho, o voo da tarde resolve um grande problema que era o fechamento do aeroporto à noite por mau tempo. "Eu mesmo já fui de van para Campo Grande. Agora, se não embarcar de madrugada, você voa no começo da tarde", comemora.

Carolina Bertolazo Lima, 25, analista de recursos humanos, fazia o seu primeiro voo em Dourados. Ela seguia para São Paulo para fazer um curso de aperfeiçoamento. "É muito importante pela grandiosidade que Dourados está atingindo e para a valorização da cidade fora do Estado", comentou.

O securitário Walter Gusmão, 48, que chegou a Dourados na segunda-feira, comemorou ao saber que embarcaria de volta a São Paulo num voo sem escalas. Já Rogério Danelutti, 33, funcionário de uma revenda de automóveis, acha muito importante ter um voo a tarde entre Dourados e Campinas. Isso vai proporcionar, segundo ele, maior flexibilidade para conexões na cidade paulista.

Para o empresário Ronie Carvalho, diretor de uma revenda de motos em Dourados, as novas ligações aéreas facilitarão os investimentos na cidade. Ele destacou a importância de as pessoas passarem a utilizar mais o aeroporto para melhorar as ligações aéreas. "A agência pela qual compro passagem queria me colocar num avião em Campo Grande; fiz questão de embarcar em Dourados".

OS NOVOS VOOS
Os voos são uma na madrugada (3h30) e outro no início da tarde (13h50). Até agora a Azul oferecia voos apenas com escala em Presidente Prudente. O retorno de São Paulo para Dourados nas frequências diárias é pela manhã e à noite. Todos os dias, de segunda a sexta-feira, a aeronave parte do aeroporto de Viracopos para Dourados às 11h55. À noite, os voos de São Paulo para Dourados são às 21h35 (terças, quartas, sextas-feiras e domingos) e às 23h06 (segundas e quintas-feiras).

A Azul também inaugura no próximo sábado, dia 23, uma frequência nos finais de semana. A aeronave sai de Campinas aos sábados às 14h28, pernoitando em Dourados e decolando no domingo às 9h45 do Aeroporto Francisco de Matos Pereira de volta à capital paulista.

CAMPINAS
O diretor do Departamento Aeroportuário de Dourados, Juliano de Almeida Domingos, lembra que a cidade entra num novo ciclo com voos diretos e em horários diferenciados para São Paulo. Segundo ele, Campinas é um dos centros mais completos de distribuição de voos no Brasil e favorecerá que a população da região de Dourados tenha acesso prático e rápido a todas as regiões do país. "A demanda só tende a aumentar no aeroporto de Dourados, principalmente em função dos investimentos feitos na administração do prefeito Murilo", diz o diretor.

Para os passageiros que vão de Campinas ao centro de São Paulo há duas opções. Podem seguir de ônibus gratuito da Azul com paradas em três pontos da cidade, inclusive na Estação da Barra Funda, que dá acesso ao metrô. A outra opção é o táxi, muito mais rápido, para quem tem compromissos com horários apertados ou viaja em grupo. O aeroporto de Campinas fica a 86 km da Barra Funda.

Legenda: Batismo da aeronave da Azul, no aeroporto de Dourados; começou o voo diurno direto para São Paulo; avião rosa simboliza campanha de combate ao câncer de mama
Crédito: A. Frota

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados