Dourados lembra Dia de Combate à Hanseníase com ação na praç

A Prefeitura de Dourados através da Secretaria Municipal de Saúde realizou no sábado, dia 26, uma ação na Praça Antonio João voltada para a hanseníase.  Equipes do Centro de Referência em Tuberculose e Hanseníase distribuíram material de divulgação, alertando sobre a doença, os sintomas, a prevenção e as formas de tratamento.


A enfermeira Célia Maria Valério Motta Nunes, coordenadora do Centro, disse que o evento é parte da mobilização que lembrou o dia mundial de combate à doença, no domingo (27), sendo mais uma atividade dentro do programa que é desenvolvido no município através das unidades de saúde.

Célia informou que Dourados mantém uma média de 50 casos de pessoas com a doença e a taxa de cura chega a 85%. Ela citou que em 2011 em todo o Estado foram registrados 737 casos, contra 838 em 2012. No município de Dourados foram 35 casos no ano passado contra 49 em 2011.

A coordenadora alerta que a hanseníase é contagiosa, principalmente entre pessoas com convivência mais próxima e, muitas vezes não se sabe que está com a doença. Ela explica que o sintoma confunde porque pode acontecer de ser apenas uma mancha ou uma dormência em determinada região do corpo.

Diante disso, Célia pede atenção a situações semelhantes orienta a procurar imediatamente assistência médica em caso suspeito. A hanseníase, segundo a enfermeira, pode ficar incubada por até 15 anos, mas a partir do momento em que o paciente começa a ser medicado, entra no processo de cura entre seis meses a um ano e deixa de passar para outras pessoas.

Legenda: Ação na Praça Antonio João informou população sobre a hanseníase
Crédito: Divulgação

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados