Novo momento de Dourados impressiona representantes do Estado

Secretária Tereza Cistina e superintendente da Seprotur destacaram potencial de Dourados em palestra na Roda Empresarial da Aced, nesta quarta-feira

A secretária de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo de Mato Grosso do Sul Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias destacou nesta quarta-feira o potencial de Dourados e afirmou que o governo do Estado trabalha na estruturação do Distrito Industrial para que a cidade receba novas indústrias do setor sucroenergético.


Tereza palestrou na abertura da edição 2013 do programa 'Roda Empresarial' da Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados), que acontece todas as quartas-feiras às 7h. "Como está bonita a rua e o comércio. Há alguns anos a gente via a falta de auto-estima. Hoje a cidade impressiona. Essa é a primeira lembrança que fica ao entrar na cidade", disse a secretária.

O vice-prefeito Odilon Azambuja e a secretária de Agricultura, Indústria e Comércio Neire Colman, juntamente com o presidente da Aced Francisco Eduardo Custódio, recepcionaram Tereza Cristina. A secretária destacou que Dourados é muito forte no comércio e na prestação de serviços, sobretudo porque em sua volta existem hoje 16 grandes usinas de etanol e açúcar instaladas. Dessas, segundo ela, quatro vão duplicar a produção.

Tereza disse ainda que a partir de agora começa a ser desenvolvido no Estado o terceiro setor da indústria energética, que é o subproduto da extração do etanol e do açúcar. Ela fala da indústria do plástico verde, do cosmético e de outros produtos e ainda da energia elétrica, já que nem todas as usinas estão produzindo-a.

Por isso, segundo a secretária, o governo do Estado está desenvolvendo em parceria com a Prefeitura de Dourados o Polo de Serviços do Setor Sucroalcooleiro, baseado em Dourados, cidade que centraliza as principais usinas.

DID
Tereza anunciou que o Distrito Industrial de Dourados, que pertence ao Estado, está sendo preparado para receber essas empresas. Na área já foi feito o levantamento topográfico e em breve começa a parte de infraestrutura, com abertura e asfaltamento de ruas, redes de energia e água e acessos.

No distrito já existem 26 grandes empresas instaladas. A secretária disse ainda que está em discussão o processo de transferência do distrito para o município, pedido feito no ano passado pelo prefeito Murilo ao governador André Puccinelli, e aceito pelo governador na abertura do Canasul e Agrometal.

Segundo Tereza Cristina, são ações que ajudarão Dourados a se desenvolver ainda mais. "A melhor região de Mato Grosso do Sul ainda está aquém do seu potencial de crescimento. Dourados tem a população mais educada e qualificada do Estado", afirmou a secretária.

IMPRESSIONADO
O superintende de Indústria, Comércio e Serviços da Seprotur, Ademar Silva Junior, comentou que também se impressionou com Dourados. "Eu não vinha aqui há mais de um ano. Nas minhas andanças pelo Estado não vi comércio tão organizado e belo como o de Dourados", disse.

Ele parabenizou a iniciativa do prefeito Murilo de consolidar o projeto de se tornar polo da produção de açúcar e etanol do Estado.

Ademar destacou a importância do agronegócio no processo de desenvolvimento da região de Dourados, citando como exemplo o Estado do Illinois, nos Estados Unidos, atual sede de grandes multinacionais como Kraft Foods, ADM e Sara Lee. "O agronegócio dá dinheiro. O Estado de São Paulo cresceu à base da agroindústria, do café, da laranja, pecuária e cana-de-açúcar", lembrou.

O superintendente destacou ainda a importância de o Estado estar organizado para receber os investimentos da agroindústria, já que São Paulo está saturado e deverá ficar apenas com a 'indústria fina' daqui para frente. Com isso, o Centro-Oeste virou a "bola da vez", segundo ele.

"Dourados é uma das melhores pra não dizer que é a melhor cidade para crescer no Estado. O potencial que vocês têm aqui é enorme", afirmou o superintendente da Seprotur.

Tereza e Ademar também falaram sobre a importância de a cidade começar a planejar a forma como pretende operar o transporte de cargas via férrea, já que a ferrovia virá mesmo para a cidade.

Ainda pela manhã e na parte da tarde Tereza e Ademar mantiveram varias reuniões com a secretária Neire Colman para tratar de vários projetos para Dourados.

Legendas
Tereza Cristina falou sobre o potencial de Dourados em reunião na Aced nesta quarta-feira

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados