Projeto de Madson contribui para arborização de Dourados

Uma das bandeiras do vereador Madson Valente (DEM) é o despertar da consciência ecológica. Preocupado com a conservação ambiental o democrata apresentou projeto de lei, durante a sessão passada, solicitando estudos para a implantação do projeto "Nasceu uma criança, planta-se uma árvore".
Segundo Madson, o projeto visa contemplar a plantação de árvores na proporção de nascimento de crianças. "Cada família, quando obtiver filhos, deve, de forma obrigatória após registro da criança, plantar uma árvore", esclarece.
Ele ainda explique que, as famílias receberão uma requisição do hospital para adquirir muda de árvore no viveiro público e serão orientadas, pelos técnicos a realizar o plantio em local previamente determinado, de acordo com as regras próprias de urbanismo e da legislação vigente.
Para Madson, o projeto busca também promover a educação e conscientização ambiental. "As questões ambientais precisam ser discutidas com a população. É importante que o cidadão participe do desenvolvimento sustentável, pois sabemos da eficiência desta climatização natural do espaço urbano, da sua importância no controle das erosões, no regime de chuvas, no controle das águas subterrâneas e superficiais", explica.
De acordo com dados da secretaria municipal de Saúde, nascem 220 crianças por mês no município. Segundo o vereador, esse quantitativo seria suficiente para arborizar praças e bairros que ainda não foram contemplados com o plantio de árvores. "Temos muitos locais que receberiam estas mudas, como, por exemplo, os novos bairros e praças que foram revitalizadas", cita.
Para o vereador, que também é geógrafo, a proposta é um ponto de partida para garantir melhor qualidade de vida aos cidadãos douradenses, já que cada árvore com idade média de 30 anos possui capacidade de reter seis quilos gás carbônico por ano, isso ajuda equilibrar o ambiente e ameniza os problemas respiratórios.
 "As famílias que cumprirem as exigências desta lei receberão do governo municipal o certificado: Criança amiga da natureza-, que e constará a data de nascimento do filho e a data do plantio da árvore e terá algumas garantias protegidas em lei para educação futura da criança", finaliza.


Foto: Thiago Morais
Projeto de Madson busca conscientização e educação ambiental 

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados