Linha aérea atrai autoridades da região


O vôo comescala em Presidente Prudente, está atraindo autoridades de toda a região
para um encontro que será realizado na fronteira nesta sexta-feira, às 9h00min, na sede da Associação Comercial e Empresarial de Ponta Porã (ACEPP).
O evento, que é mais uma iniciativa da ACEPP para concretizar o projeto de reativar os voos comerciais entre Ponta Porã e São Paulo,vai reunir prefeitos, vereadores, lideranças, representantes de classes e entidades privadas de Ponta Porã e de municípios como Antônio João, Bela Vista, Aral Moreira, Laguna Carapã e Amambai.

O objetivo do encontro é congregar o maior número possível de forças
vivas de toda a região, para a sustentação do projeto que vai se manter em
vigor com base fundamentalmente na demanda.

O governo do Estado, através do chefe do Poder Executivo, André
Puccinelli, foi protagonista na concretização do projeto, viabilizando
inicialmente desconto substancial da tributação do querosene utilizado
pelas aeronaves, o que vai reduzir o custo operacional da companhia aérea.

Além disso, todos os contatos, planos de rota e levantamento de demandas
e a celebração de laços entre os interesses comuns neste projeto estiveram,
desde o início, nas mãos do coordenador de Transportes Aéreos do
Governo do Estado, Fabrício Alves Corrêa.

A iniciativa da ACEPP em brindar empresários, comerciantes e
personalidades de toda a região com a reativação da linha comercial
também só foi possível graças ao apoio recebido de outras entidades que
integram a Organização Social de Ponta Porã e de Pedro Juan Caballero,
como e principalmente pelo desprendimento da equipe de trabalho do
prefeito Ludimar Novais.

O aceno positivo para que Ponta Porã tivesse a certeza de que os voos
realmente passariam e pousar e decolar diariamente do Aeroporto
Internacional foi obtido em encontro realizado em Campo Grande na
última quinta-feira (28).

Durante a reunião, ficou acertado, entre a Associação Comercial e
Empresarial de Ponta Porã e a Brava Linhas Aéreas, que Ponta Porã
passará a ter seu primeiro voo comercial a partir de maio próximo.

Participaram do encontro, realizado na Fundação de Turismo de Mato
Grosso do Sul, o presidente da ACEPP, Eduardo Gaúna, o presidente
da Câmara de Indústria e Comércio de Pedro Juan Caballero, Pedro
Bondiman, a secretária de Turismo de Ponta Porã, Micheli Brizueña,
a diretora presidente da Fundação de Turismo, Nilde Brum, o
superintendente da Infraero em Ponta Porã, Almir Aurélio Fernandes, o
diretor presidente da Brava Linhas Aéreas, Jorge Barouck e o coordenador
de Transporte Aéreo do MS, Fabrício Alves Corrêa.

O retorno dos voos comerciais para Ponta Porã é uma bandeira que a atual
diretoria ergueu desde que assumiu a ACEPP no ano passado.

Com o apoio de outras entidades da cidade, além do Poder Público
municipal e Estadual, agora existe a confirmação de que inicialmente, em
data a ser confirmada para maio próximo, Ponta Porã entrará para a rota
aérea, ligando a fronteira a São Paulo. Agora, a concretização só depende
questões operacionais da empresa.

Legenda:

Autoridades atraídas pelos voos comerciais

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados