Murilo determina ações emergenciais na Vila Cachoeirinha

Várias secretarias municipais estão com equipes desde o ultimo sábado na Vila Cachoeirinha, bairro que foi prejudicado com alagamentos, por conta do grande volume de chuvas que tem atingido a cidade. Funcionários da habitação, assistência social, serviços urbanos, defesa civil e da Secretaria de Obras, estão prestando toda a assistência às famílias e fazendo intervenções buscando melhorar o escoamento da água.

 Nesta segunda-feira (18), várias máquinas foram deslocadas para o bairro e iniciaram um processo emergencial de drenagem dos córregos Água Boa e Rêgo d'Água, fazendo a retirada de muito lixo e do excesso de lama por conta do assoreamento. O secretário de Serviços Urbanos, Luiz Roberto Araújo, que coordena os trabalhos, disse que essa faz de um conjunto de ações que devem ser desenvolvidas para solucionar definitivamente o problema.
O córrego Água Boa foi muito castigado por conta de uma favela que havia em parte de sua margem, que chegou até mesmo a provocou o desvio do curso da água em alguns pontos. Esse é um dos agravantes, mas o problema maior estaria na célula localizada sob a BR-463 - uma rodovia federal - que não tem vazão suficiente para liberar rapidamente a água que desce pelo leito do córrego.
A prefeitura, também através da Defesa Civil e outros setores, está auxiliando as famílias que sofreram prejuízos, destinando alimentos, roupas e abrigos. Empresas e particulares estão fazendo doações voluntárias, para minimizar as dificuldades enfrentadas por essas pessoas. São cerca de 35 famílias que foram mais castigadas e, inclusive algumas delas tiveram, que ser removidas para alojamentos no Estádio Douradão.
O coordenador da Defesa Civil João Vicente Chencarek afirmou que a ordem do prefeito Murilo é para oferecer toda a assistência a estas pessoas e desenvolver o serviço necessário, dentro das possibilidades da prefeitura, para resolver em caráter emergencial, aquela situação. De acordo com Vicente o trabalho das equipes continua e o Cras (Centro de Referência em Assistência Social) está funcionando com uma central de atendimento.
 
Legenda: Prefeitura faz intervenção emergencial em córregos da Vila Cachoeirinha
Fotos: A. Frota 

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados