Secretaria de Cultura inicia novos projetos


Aulas de violão, guitarra, formação dos corais municipal e da prefeitura, além do laboratório de bandas irão atender comunidade carente

Visando oferecer aos segmentos mais carentes da população melhor qualificação e iniciação à execução de instrumentos, a – Semc (Secretaria Municipal de Cultura), depois de abrir inscrições para a Banda Lira Douradense, dirigida pelo maestro Augusto Cesar estará recebendo inscrições para três novas atividades no campo da música.

Ainda este mês, o Curso de Violão Popular (primeiros acordes) e de Guitarra atenderão alunos iniciantes das comunidades, a partir de 12 anos de idade, onde os aprendizes receberão conhecimento sobre o instrumento, cifrados maior e menor, acidentes musicais e iniciação à tablatura, visando a formação para futuras apresentações, principalmente nos eventos realizados pela prefeitura.
Segundo o professor Wanderlei Ramos, o curso terá, em princípio, duração de seis meses, podendo ser prorrogado. Serão atendidos quatro alunos, no máximo por turma, com aulas de uma hora, uma vez por semana. "Serão estudados ritmos regionais, rock e iniciação à MPB", explicou Wanderlei. Paralelamente também será oferecido o curso de guitarra, com aulas do músico e professor Rogério Previati, que alerta: "Para estes cursos já estão abertas as inscrições, que podem ser feitas na Secretaria de Cultura, no Parque dos Ipês".
Outro projeto – Iniciação aos Musicais – a ser desenvolvido pela Semc tem como objetivo integrar a comunidade através da música, abrindo espaços para que as pessoas possam mostrar seu talento ou afinidade com as atividades oferecidas, através da formação de dois corais - do Município e da Prefeitura - com a fusão música/teatro/dança.
Para a coordenadora deste projeto, Simone Du Porto, "Dourados é uma cidade que cresce em ritmo acelerado, com grandes índices de desenvolvimento e por isso necessita, cada vez mais, de projetos culturais como dessa fusão de arte, misturando música, o teatro e a dança". Para ela, "as manifestações culturais servem para que a comunidade se interesse cada vez mais pela arte, adquirindo mais conhecimento, podendo assim transmitir de forma mútua tudo o que já sabem ou viram a respeito, numa troca de conhecimentos diferentes entre pessoas de visões culturais diversas", completou.
Este projeto também permitirá a realização de apresentações artísticas como trechos de musicais, integrando a comunidade através da arte, contribuindo para a formação de público e difundindo a arte local, estando previstas, pelo menos sete apresentações durante o ano.
O terceiro projeto tem como propósito captar talentos e ministrar a músicos que já deram os primeiros passos para tornarem-se profissionais cursos de qualificação, permitindo que ao estudarem em grupo, tenham a oportunidade de aperfeiçoar sua banda. "Preparada a banda, em contrapartida, ela será direcionada a inscrever-se em algum festival ou projeto cultural promovido pela prefeitura e seus parceiros", explica Thiago Fiel, responsável pelo "Laboratório de Bandas".
O laboratório acontecerá no Teatro Municipal, e a programação prevê: Introdução à Música, Harmonia, Frequência Instrumental, Volume de Palco, Dinâmica e Solos.
As inscrições já estão abertas e para selecionar os alunos acontecerão audições de 8 a 11 de abril. Após a seleção ocorrerão duas fases de ensaios, nos dias 1, 2, 4, 5, 22, 23 e 30 de abril, e de 27 a 31 de maio.
"Todo esse trabalho atende as orientações e determinações do prefeito Murilo que quer a Cultura como um instrumento de inserção social, atendendo assim os anseios das comunidades mais carentes", finaliza o secretário municipal de Cultura, Carlos Fábio Selhorst dos Santos.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados