Cana é muito importante para Dourados, diz Odilon


"Muitas áreas degradas estão sendo ocupadas por lavouras de cana", afirmou o vice-prefeito de Dourados Odilon Azambuja, na manhã desta quinta-feira, na abertura do 'Workshop CanaMix Agroindustrial'. "Por isso é uma atividade muito importante para o crescimento econômico de Dourados e uma consequente melhor qualidade de vida da população, uma preocupação da nossa administração", completou.


Destacando o setor e agradecendo os organizadores do evento por acreditar em Dourados, Odilon representou o prefeito Murilo, que não participou da abertura por conta da morte da mãe, dona Maria do Carmo Zauith, ocorrida na tarde de quarta-feira, em Ribeirão Preto (SP).

Antes da fala de Odilon, o diretor da Revista CanaMix, Plínio Cesar, deu as boas vindas aos participantes do evento, que termina nesta sexta-feira à tarde. O evento, no auditório da Aced (Associação Empresarial de Dourados), apresenta novos conhecimentos, tecnologias e produtos nas áreas industrial e agrícola canavieira. Empresários, técnicos e estudantes de várias cidades participam.

O presidente da Biosul (Associação dos Produtores de Bionergia de Mato Grosso do Sul), Roberto Hollanda, que apresentou o plano do setor sucroenergético para o Estado, também destacou a importância de Dourados nessa atividade econômica. Segundo ele, 80% da cana do Estado está na Grande Dourados.

O superintendente do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) em MS, Anizio Pereira Tiago, também participou da abertura do evento. "Nós procuramos levantar e discutir as demandas de mão-de-obra de cada município para otimizar e aproveitar melhor os investimentos do ministério. Estou aqui para conhecer e ver como a coisa está indo", afirmou.

AGENDA
Nesta sexta-feira, o evento recomeça às 9h, com apresentação dos indicadores industriais de Mato Grosso do Sul por Luiz Fernando Alves, coordenador do Gegis em MS e gerente industrial corporativo do Grupo Adecoagro em MS.

Às 9h40 o tema é 'Rendimento Industrial no MS, o que fazer par melhorar?', com Celismar Francisco da Silva, gerente industrial da Raízen, em Caarapó. Às 10h20 tem a palestra 'Controle de contaminação microbiológica na planta de milho', com Gustavo Guedes, gerente de venda das Phibro.

Às 10h50 a professora doutora Margareth Batistote, da Uems, abordará o tema 'O potencial biotecnológico das leveduras industriais'. Às 11h30 José Antônio Bressiane, da GraalBio, fala sobre 'O potencial da cana energia como biomassa para a indústria dos biocombustíveis de segunda geração'.

Após um debate industrial tem o almoço e em seguida, às 14h, a palestra 'O Ciclo Regenerativo; Como maximizar a geração de energia elégtrica', com Flávio Mundim, engenheiro da TGM. Às 14h40 Alessandro Arco Gardeman, diretor da Geo Energética, fala sobre a 'Planta industrial para a geração de energia a partir de subprodutos da cana'.

Das 15h40 até as 16h50 têm dois cases. O primeiro é sobre 'A experiência da Usina Sonora, MS, com a nova tecnologia para a classificação de açúcar (Prosugar)', com Ivander Scarpetaengenheiro e superintende industrial da empresa. Depois o caso analisado é 'Aproveitamento do uso da palha da cana', com Francisco Carlos Fernandes, diretor industrial da Usina São Fernando. Após um debate, o evento será encerrado.

O 'Workshop CanaMix Agroindustrial' é realizado pela Revista CanaMix e Grupo PC & Baldan, com apoio da Prefeitura de Dourados, BioSul, Batagello Consultoria em tecnologia agrícola e Gegis.

Legendas
Odilon destaca a importância da cana-de-açúcar para a economia de Dourados
Crédito: Dênes de Azevedo

Workshop CanaMix Agroindustrial vai até a tarde desta sexta-feira na Aced
Crédito: A. Frota

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados