Workshop apresenta tecnologia agroindustrial da cana em Dourados


Especialistas do setor sucroenergético apresentarão novas tecnologias de produção e industrialização da cana em evento que faz parte de projeto lançado pelo prefeito Murilo em 2011

Acontece em Dourados nos dias 11 e 12 deste mês um workshop na área da cana-de-açúcar. Será no auditório da Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados) e faz parte do projeto 'Polo de Serviços do Setor Sucroenergético de Dourados e Região', lançado pelo prefeito Murilo em 2011. As inscrições podem ser feitas na abertura e são gratuitas.


O 'Workshp CanaMix Agroindustrial' apresentará novos conhecimentos, tecnologias e produtos nas áreas industrial e agrícola relacionada à produção canavieira. Dirigentes do setor e pessoal técnico da área estarão reunidos, possibilitando interação e troca de informações.

O credenciamento acontece no dia 11, a partir das 8h, com abertura dos trabalhos às 8h45, feita pelo prefeito Murilo, o diretor da Revista CanaMix Plínio César e a secretária de Agricultura Indústria e Comércio Neire Colman.

Às 9h o presidente da Biosul (Associação dos Produtores de Bionergia de Mato Grosso do Sul), Roberto Hollanda, apresenta o plano do setor sucroenergético para o Estado. Às 9h20 tem o painel agrícola, com o case 'Motomecanização no MS'.

Às 10h serão apresentados programas para capacitação de operadores de máquinas agrícolas, com o consultor Ricardo Batagello, da Batagello Consultoria em Tecnologia Agrícola. Às 10h50, o tema é 'Equipamentos e Transbordo', com um técnico da empresa Teston.

Às 11h20 Jairo Mazza, professor da Esalq/USP (Departamento de Ciência e Solo) aborda o tem 'Ambientes de produção para cana-de-açúcar no MS'. Às 12h tem um debate sobre o painel agrícola.

Às 14h, Antônio Ribeiro Fernando Junior, engenheiro agrônomo e pesquisador da Ride-SA-UFSCar, tratará de 'Melhoramento genético da cana-de-açúcar em MS – As novas variedades e clones RB'. Às 14h40 tem o case 'Manejo de produção na Usina Santa Helena: Safra de 285 dias em ambiente desfavorável', com José Trevelin Junior, gerente agrícola da empresa.

Às 15h40 um novo case será apresentado, desta vez com Werner Semmelroth, gerente agrícola da Usina Laguna. Ele falará sobre 'A viabilidade técnica e econômica do uso de maturadores de cana'. Às 16h20 o evento será encerrado com mais um debate na área agrícola.

No dia 12, a retomada do evento acontece às 9h, com apresentação dos indicadores industriais de Mato Grosso do Sul por Luiz Fernando Alves, coordenador do Gegis em MS e gerente industrial corporativo do Grupo Adecoagro em MS.

Às 9h40 o tema é 'Rendimento Industrial no MS, o que fazer par melhorar?', com Celismar Francisco da Silva, gerente industrial da Raízen, em Caarapó. Às 10h20 tem a palestra 'Controle de contaminação microbiológica na planta de milho', com Gustavo Guedes, gerente de venda das Phibro.

Às 10h50 a professora doutora Margareth Batistote, da Uems, abordará o tema 'O potencial biotecnológico das leveduras industriais'. Às 11h30 José Antônio Bressiane , da GraalBio, fala sobre 'O potencial da cana energia como biomassa para a indústria dos biocombustíveis de segunda geração'.

Após um debate industrial tem o almoço e em seguida, às 14h, a palestra 'O Ciclo Regenerativo; Como maximizar a geração de energia elégtrica', com Flávio Mundim, engenheiro da TGM. Às 14h40 Alessandro Arco Gardeman, diretor da Geo Energética, fala sobre a 'Planta industrial para a geração de energia a partir de subprodutos da cana'.

Das 15h40 até as 16h50 têm dois cases. O primeiro é sobre 'A experiência da Usina Sonora, MS, com a nova tecnologia para a classificação de açúcar (Prosugar)', com Ivander Scarpetaengenheiro e superintende industrial da empresa. Depois o caso analisado é 'Aproveitamento do uso da palha da cana', com Francisco Carlos Fernandes, diretor industrial da Usina São Fernando. Após um debate, o evento será encerrado.

O 'Workshp CanaMix Agroindustrial' é realizado pela Revista CanaMix e Grupo PC & Baldan, com apoio da Prefeitura de Dourados, BioSul, Batagello Consultoria em tecnologia agrícola e Gegis.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados