Agrônomo do Mato Grosso apresenta pesquisas sobre utilização da agricultura de precisão

Em mais um dia de grandes apresentações no auditório do Parque de Exposições João Humberto de Carvalho, a 49ª Expoagro proporcionou conhecimento para os frequentadores da feira. A palestra ministrada pelo engenheiro agrônomo Leandro Gimenez, pesquisador em mecanização agrícola da Fundação MT de Rondonópolis abordou o tema "Utilização da agricultura de precisão visando-se altas produtividades". A palestra foi uma realização do GPP (Grupo Plantio na Palha/Dourados) em parceria com o Sindicato Rural de Dourados.

Entre os pontos importantes da palestra, Leandro ressaltou os métodos de apuração das vulnerabilidades da lavoura por meio de pesquisas para a melhor utilização de maquinário no enfrentamento as dificuldades, sempre buscando uma melhor produtividade. "Existem muitas ferramentas dentro da agricultura de precisão que podem sanar ou melhorar condições impostas por problemas físicos ou químicos nas lavouras. Resta identifica-las, sabendo que variam de lavoura para lavoura, ou dentro da mesma plantação", disse Leandro.
Dentre inúmeros levantamentos da Fundação MT apresentados na palestra, Leandro deu um panorama amplo para que produtores utilizem melhor os métodos de amostragem nas lavouras, identificando problemas pontuais se recorrentes ou não, sempre relacionando com a viabilidade econômica de qualquer intervenção, seja ela pontual ou abrangente. "É importante que se faça um levantamento mais fragmentado, com amostras menos abrangentes em questão territorial. Assim os resultados podem ser mais efetivos, já que na lavoura, quanto maior essa área de cobertura de amostras, menos efetivo vai ser o diagnóstico", disse.
O engenheiro agrônomo também ressaltou a importância de uma tecnologia de maquinário mais avançada no Brasil. Por vários levantamentos, segundo ele, ficou evidente que é possível melhorar, por exemplo, a eficiência de aplicação de fertilizantes sem perdas somente com o uso de maquinários mais avançados. "No Brasil estamos longe de ter máquinas mais eficientes. Coisa que em outros países acontece há muitas décadas. É o produtor que tem que cobrar isso das indústrias", disse Leandro.
As palestras no auditório seguem esta tarde com o II Seminário Sucroalcooleiro "Bioenergia – Mercado Sucroalcooleiro", realizado pela Biosul em parceria com o Sindicato Rural. A programação inicia às 13h30, com inscrições e abertura e terá palestras com o professor doutor Gaspar Korndorfer, da Universidade de Uberlândia, o presidente da Biosul, Roberto Hollanda e o professor Laércio Carvalho, da Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul).

Foto: DHE Produções
Legenda: Palestra ministrada pelo engenheiro agrônomo Leandro Gimenez, pesquisador em mecanização agrícola da Fundação MT de Rondonópolis abordou o tema "Utilização da agricultura de precisão visando-se altas produtividades"
__
Luiz Radai - Jornalista

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados