Inaugurado serviço para crianças indígenas de Dourados

Autoridades locais e lideranças indígenas prestigiaram na tarde desta quinta-feira, na Aldeia Bororó, a entrega do prédio onde vai funcionar o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos de Crianças e Adolescentes.

O serviço do governo federal, coordenado pela Prefeitura de Dourados através da Secretaria de Assistência Social é o antigo Peti (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil), que passou por reestruturação.

A solenidade foi coordenada pela secretária de Assistência Social Ledi Ferla, que falou sobre a reativação do serviço na administração do prefeito Murilo, depois de ficar interditado por dois anos em administrações anteriores.


Ledi lembrou ainda que o prédio do antigo Peti foi reformado e ampliado, para permitir atividades sócioeducativas com acompanhamento pedagógico, desenvolvendo atividades de arte, artesanato, recreação, esportes e oficinas.

A entrega do prédio aconteceu nesta quinta, mas o serviço vem funcionando há 15 dias, com 80 crianças inscritas. A capacidade, segundo ela, é para atender 150 crianças, mas nesse primeiro momento estão abertas cem vagas.

Várias lideranças indígenas participaram do ato, incluindo o ex-capitão da aldeia Bororó Luciano Arévalo, que fez a doação da área onde o prédio foi construído. Ele disse estar orgulhoso "pela decisão acertada que tomei ao doar a área".

Professores indígenas que também acompanharam a solenidade falaram da necessidade de um serviço como esse na aldeia, assim como vereador Maurício Lemes, que é da comissão de assuntos indígenas da Câmara.

O secretário de Planejamento Gerson Schaustz, que representou o prefeito Murilo, falou do empenho da atual administração, principalmente na questão social, saúde e educação nas aldeias de Dourados.

Gerson lembrou ainda a reforma e ampliação de cinco postos de saúde, sendo um na Aldeia Panambizinho, dois na Bororó e dois na Jaguapiru; ampliação do Cras da Bororó e do investimento de mais de R$ 100 mil na Vila Olímpica. Recentemente foi criada pelo prefeito Murilo a Coordenadoria Especial de Assuntos Indígenas.

Prestigiaram também a solenidade a procuradora do Ministério Público do Trabalho Cândice Arósio, o vereador Romualdo Ramin e Zonir Tetila, que representou o deputado estadual Laerte Tetila, além de membros da comunidade da aldeia.

Legenda: Prédio onde já funciona o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos de Crianças e Adolescentes, na aldeia Bororó, foi entregue nesta quinta-feira
Crédito: A. Frota

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados