Portais da Praça Antonio João homenageiam Manoel de Barros

Nascido em Cuiabá e adotado como corumbaense, escritor é reconhecido em todo o mundo pela beleza de sua poesia pantaneira

Normalmente adesivados com motivos de festas tradicionais da cidade, os portais instalados na Praça Antonio João, no centro de Dourados, acabam de receber nova decoração, desta vez homenageando aquele que é considerado um ícone da poesia sul-mato-grossense, Manoel de Barros.

"É uma justa homenagem que a cidade de Dourados faz a Manoel de Barros, o mais renomado poeta de Mato Grosso do Sul", afirmou o prefeito Murilo. A primeira-dama Cecília Zauith também destaca a homenagem e lembra que Manoel de Barros pode ser um dos indicados para concorrer ao prêmio Nobel de Literatura de 2013.


Nascido no Beco da Marinha, à margem do Rio Cuiabá, na cidade que tem o mesmo nome do rio em 19 de dezembro de 1916, Manoel Wenceslau Leite de Barros mudou-se ainda menino para Corumbá. Da Cidade Branca foi para o Rio de Janeiro, onde se formou em direito, tendo depois viajado pela Bolívia e Peru, além de morar por algum tempo em Nova York.

Advogado, fazendeiro e poeta, Manoel de Barros que hoje reside em Campo Grande, descobriu-se poeta aos 13 anos, quando estudava no Colégio São José dos Irmãos Maristas, no Rio de Janeiro. Desde então a poesia passou a fazer parte de sua vida, tendo escrito 28 obras, e recebido 13 prêmios, entre eles o "Prêmio Orlando Dantas", em 1960, conferido pela Academia Brasileira de Letras ao livro "Compêndio para Uso dos Pássaros".

Poeta moderno, Manoel de Barros é avesso à repetição de formas e ao uso de expressões surradas, ao lugar comum e aos chavões. Seu perfil demonstra que também utiliza-se da temática regionalista, indo além do valor documental e fixando-se no mundo mágico das coisas banais retiradas do cotidiano e que a maior inspiração para construir suas poesias é o Pantanal.

PÓRTICOS
A Praça Antonio João está consolidada como um dos principais pontos de ações culturais de Dourados. Localizada no centro da cidade e entregue à população em 2011, após vários anos fechada para reforma, a praça recebe diversos eventos, entre apresentações musicais, teatrais e de dança.

Em 2011 e 2012 a praça foi palco das festividades de Natal e do aniversário da cidade, além da apresentação do pianista Arthur Moreira Lima, quando mais de 2.500 pessoas puderam assistir ao espetáculo disputado por grandes cidades de todo o mundo.

Também passaram por ali espetáculos de artes cênicas, dança, música, principalmente no final de ano, durante o "Dourados Brilha", quando por 22 dias consecutivos aconteceram essas apresentações.

Neste período, os pórticos eram decorados com motivos natalinos, mas com a consolidação cultural, nada mais justo que ocorrerem homenagens como essa que está sendo feita a Manoel de Barros. (Com informações do site da Fundação Manoel de Barros).

Legenda: Portais da Praça Antonio João homenageiam o poeta Manoel de Barros
Crédito: A. Frota

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados