Seminário de Bovinocultura lota auditório



Mais uma vez o auditório do Parque de Exposições João Humberto de Carvalho ficou lotado para prestigiar palestras de conhecimento específico de técnicas do meio rural. Desta vez, o II Workshop de Bovinocultura de Corte, realizado pela faculdade Anhanguera, em parceria com o Sindicato Rural de Dourados, deu bagagem a estudantes da área, produtores e pesquisadores.



Na primeira palestra da manhã o tema foi "Bopriva: Contribuição da Tecnologia da Imunocastração para o resultado da atividade", ministrada pelo médico veterinário Robson Stellato.


O palestrante disse que a necessidade da aplicação da imunocastração surgiu quando o produtor notou que precisava de melhor acabamento nos animais. "A castração imunológica é uma ferramenta que permite a inibição da testosterona, otimizando o ganho de peso", falou.



Outra castração, a cirúrgica, por exemplo, apesar de eficaz, eleva o risco de morte dos animais, por hemorragias ou infecções derivadas do processo e atrasa a engorda do animal, o que traz, consequentemente, prejuízos financeiros ao produtor. "O animal exposto a isso perde peso, sem contar o aspecto de bem estar animal, pois o gado sofre com esse processo", disse Robson.



Na segunda palestra da programação, "IATF como estratégia para melhorar a eficiência reprodutiva em gado de corte", o palestrante foi o médico veterinário Carlos Scalon. Durante a palestra Carlos se forem usadas as técnicas certas e no período certo para a IATF, é possível que se tenham mais nascimentos e consequentemente mais desmames, além de tornar a vida útil do animal muito mais produtiva.



Através do evento alunos e pessoas presentes puderam ter contato com o que há de mais moderno na agropecuária e como palestras com parceiros inseridos no mercado podem ser relevantes para a melhoria da produção.


As palestras abordaram temas e inovações mercadológicas para a bovinocultura de corte, área considerada de franca expansão no Mato Grosso do Sul.
Foto: MS JÁ
Legenda: As palestras abordaram temas e inovações mercadológicas para a bovinocultura de corte, área considerada de franca expansão no Mato Grosso do Sul
__
Luiz Radai - Jornalista

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados