Comitê “Delegacia 24 horas” coleta assinaturas no centro da cidade

O Comitê que defende o funcionamento das Delegacias Especializadas nas 24 horas, inclusive sábados, domingo e feriados está no centro da cidade, na rua Barrão do Rio Branco, coletando assinaturas. Segundo a vereadora Luiza Ribeiro, o abaixo-assinado será encaminhado ao Governador do Estado e ao Secretario de Justiça e Segurança Pública, juntamente com um documento que demonstre a necessidade de extensão do atendimento das delegacias. "Dados do Ministério Público demonstram que grande parte dos crimes ocorre nos finais de semana e no período noturno, e nestes horários a DEAM, DEPAC e DEAJI estão fechadas", comenta.

Além da coleta de assinatura, o "Comitê: Delegacia 24h", irá visitar os Conselhos de Segurança de Campo Grande para discutir o tema da violência e solicitar apoio na busca de assinaturas. Na internet o abaixo-assinado pode ser acessado no link:http://www.avaaz.org/po/petition/Atendimento_nas_24_horas_das_Delegacias_DEAM_DEPAC_DEAIJ/?rc=fb&pv=2
Compõem o Comitê: Vereadora Luiza Ribeiro (MD), Senadora Ana Rita (PT/ES); Presidente da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que investiga a violência contra a mulher no Brasil; Comissão de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente da OAB/MS; Conselho Estadual dos Direitos da Mulher de MS; Coordenação Estadual de Mulheres do PPS;  PSDB Mulher;  PC do B Mulher; Ponto de Cultura Indígena Yokone Kopenoti; Marcha Mundial das Mulheres (MMM); Conselho Estadual dos Direitos da Criança, Infrator – UNEIS; Conselho Tutelar Norte / Sul / Centro;   Aflora Aliança Feminista; Articulação de Mulheres Brasileiras de MS; Conselho Estadual dos Direitos da Mulher; Bem Mulher; SAS;Articulação de Mulheres Brasileiras de MS; 27ª e 28º Promotoria de Justiça – Vara da Infância e da Juventude; 47ª e 48 º Promotoria de Justiça – Vara de Violência Doméstica Contra a Mulher de Campo Grande/MS; Ser Mulher;  PSB - Mulher; IBISS/CO;Conselho Municipal dos Direitos e Defesa dos Povos Indígenas  e Associação das Travestis de Mato Grosso do Sul (ATMS).
Marinete Pinheiro
Assessoria de imprensa da vereadora 

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados