Dourados quer sugestões sobre transporte coletivo

A Prefeitura de Dourados abriu um canal para que a população da cidade faça sugestões sobre o transporte coletivo urbano. No site oficial da prefeitura - www.dourados.ms.gov.br – haverá um espaço para o envio de sugestões, que ficará aberto até o dia 15 de junho. A consulta à população é mais uma etapa do projeto de remodelação do sistema de transporte público da cidade, determinado pelo prefeito Murilo e que já teve pesquisa entre os passageiros e uma audiência pública, realizada na noite de segunda-feira, na Câmara de Vereadores.

Após o dia 15 do próximo mês, todas as sugestões serão classificadas e reunidas às que foram colhidas através do diagnóstico do transporte coletivo feito por pesquisadores durante uma semana em Dourados e as opiniões das pessoas que participaram da audiência pública.


Depois dessa etapa será elaborado um projeto operacional, incluindo mudanças do atual modelo de transporte coletivo de Dourados. Para elaborar o projeto a prefeitura contratou a empresa Edson Marchioro Arquitetura, Urbanismo e Engenharia, de Caxias do Sul (RS), que também fez o diagnóstico do atual modelo de transporte público existente na cidade.

Quando estiver pronto, o projeto será apresentado em audiência pública, onde os participantes farão novas sugestões para possíveis ajustes.

Edson Marchioro acredita que até o começo de setembro o projeto final esteja pronto e dessa forma a prefeitura poderá publicar a minuta para a concorrência pública, já que a concessão da empresa Medianeira vence neste ano. O objetivo é que até o início de 2014, Dourados coloque em prática o novo sistema de transporte público.

AUDIÊNCIA PÚBLICA
Durante a audiência pública realizada na noite de segunda-feira, o arquiteto e urbanista Edson Marchioro fez a explanação do resultado da pesquisa sobre o transporte coletivo, realizada em abril. "Ninguém está satisfeito com a atual modelo, tanto a população, poder público e empresa de concessão", resumiu.

Atualmente, 320 mil passageiros pagantes utilizam o transporte coletivo por mês em Dourados, um número pequeno diante da população e quilometragem feita diariamente. O resultado disso é a falta de rentabilidade, que reduz a qualidade dos serviços prestados à população, segundo ele.

O relatório aponta ainda que 40% da população que utiliza o transporte coletivo é isenta ou paga meia tarifa, no caso dos estudantes. Foram entrevistadas 2.100 pessoas durante uma semana. Além de opinião sobre a situação atual, a pessoa também pode fazer sugestões para melhorar.

Participaram da audiência pública, promovida pela Prefeitura, através da Secretaria de Serviços Urbanos, o vice-prefeito Odilon Azambuja que representou o prefeito Murilo, os secretários Luis Roberto de Araújo (Serviços Urbanos) José Jorge Filho (Governo) e Walter Carneiro Junior (Fazenda). O presidente da Câmara Idenor Machado e outros 12 vereadores estavam presentes. O público foi formado por moradores e outras autoridades ligadas ao trânsito.

Luis Roberto falou da importância de fazer o diagnóstico e ouvir a opinião da população antes de qualquer projeto de melhoria no transporte público. Odilon Azambuja lembrou que a melhoria do transporte público é uma preocupação do prefeito Murilo desde quando assumiu a prefeitura no mandato anterior. "Primeiro foi a preocupação foi com a saúde e educação e agora com o transporte público. É um desafio grande, mas que a administração vai vencer por etapas, ouvindo a população, a Câmara de Vereadores e no final, formatar o projeto e por em operação", acrescentou Odilon.

Legenda: Audiência pública realizada segunda-feira ouviu sugestões sobre transporte coletivo de Dourados
Crédito: A. Frota

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados