Mau tempo adia Audiência Pública da Ferroeste

Vôo dos técnicos da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) foi cancelado porque o Aeroporto de Dourados não opera por instrumentos. Audiência aconteceria nesta sexta-feira, na Câmara Municipal
A Audiência Pública da Ferroeste que aconteceria nesta sexta-feira em Dourados foi adiada devido ao mau tempo. Técnicos da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) tiveram o voo cancelado devido ao fato do Aeroporto de Dourados não funcionar por instrumento. De acordo com o propositor do evento,o deputado federal Geraldo Resende (PMDB), uma nova data está sendo marcada pela ANTT.  A audiência ocorreria hoje, na Câmara de Vereadores.
A implantação das duas ferrovias (Ferroeste e Norte Sul), prevista para começar no ano que vem, fará de Dourados um entroncamento que possibilitará o transporte de produtos de todo o Estado para outras regiões do país e exterior. O custo para a implantação da Ferroeste será de aproximadamente R$ 9,9 bilhões, com uma extensão prevista de 990 quilômetros.

Pelos estudos que estão sendo concluídos, o novo ramal atravessará Mato Grosso do Sul e Paraná, abrangendo os municípios sul-matogrossenses de Sidrolândia, Maracaju, Dourados, Itaporã, Caarapó, Amambai, Juti, Naviraí, Iguatemi, Itaquiraí, Eldorado, Mundo Novo e Japorã. No Paraná, serão impactadas as cidades de Guaíra, Terra Roxa, Nova Santa Rosa, Maripá, Toledo, Tupãssi, Cascavel, Catanduvas, Ibema, Campo Bonito, Guaraniaçu, Nova Laranjeiras, Laranjeiras do Sul, Marquinho, Virmond, Cantagalo, Goioxim, Candói, Guarapuava, Inácio Martins, Prudentópolis, Irati, Rebouças, Fernandes Pinheiro, São João do Triunfo, Palmeira, Lapa, Porto Amazonas e Balsa Nova.
AEROPORTO
Em relação a falta de estrutura do aeroporto de Dourados, o deputado diz que são pertinentes as reclamações da população quanto a falta de instrumentos para aterrissagem em dias nublados.  Segundo ele, cumprindo seu papel de alocar recursos para o desenvolvimento de Dourados, garantiu em Brasília recursos de R$ 4,5 milhões para diversas melhorias no aeroporto. Estes investimentos já estão empenhados pela Secretaria de Aviação Civil (SAC), do governo federal, para essa revitalização. O processo está em fase de análise jurídica tendo em vista pedido de alteração do projeto por parte do Município. Em relação a questão específica do vôo por instrumento, a informação repassada para a Assessoria do deputado Geraldo Resende é a de que o projeto está em análise no setor de engenharia da Anac.  
Ainda sobre o Aeroporto, o deputado Geraldo Resende esteve com o ministro da Secretaria da Aviação Civil Moreira Franco esta semana, que aceitou convite para estar em Mato Grosso do Sul nos próximos dias. Ele vai apresentar aos prefeitos de municípios contemplados, informações sobre Programa de Investimentos em Aeroportos, lançado no dia 20 de dezembro do ano passado. "Para este encontro, vamos convidar os prefeitos das cidades de Campo Grande, Corumbá, Coxim, Costa Rica, Bonito, Três Lagoas, Dourados, Nova Andradina e Naviraí", destaca Geraldo.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados