Ministério aprova R$ 50 milhões para ruas laterais da BR 163 em Dourados


O município de Dourados tem R$ 50 milhões aprovados pelo Ministério dos Transportes para a construção das vias laterais da BR 163 que dão acesso a bairros localizados entre os trechos da Embrapa até o Parque de Exposições.
Na semana passada, o deputado Federal Geraldo Resende (PMDB) se reuniu com o Secretário Estadual de Obras, Edson Girotto, com o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Euler José dos Santos e com o responsável pelo setor de projetos Antônio Carlos Nogueira, para solicitar a confecção do projeto, já que os recursos já estão aprovados. O parlamentar é autor, juntamente com o senador Waldemir Moka, dos investimentos que vão custear as obras.
De acordo com Geraldo Resende, este encontro é resultado da reunião que ele teve com o ministro dos Transportes recentemente, onde ele autorizou os recursos. "Os próximos passos agora é o Denit encaminhar o projeto para análise, licitação, liberação dos recursos e início das obras", destaca.

O deputado explica que a implantação de vias marginais na BR-163 é importante para garantir mais segurança e agilidade à população que transita entre os bairros Parque das Nações I e Parque das Nações II bem como aos trabalhadores que atuam nas inúmeras empresas instaladas ao longo neste trecho.
Segundo Geraldo Resende o crescimento da cidade aliado à instalação de empresas e indústrias ao longo da rodovia, causou alguns inconvenientes tanto para os moradores de Dourados como para os empresários.
"Acreditamos que com as vias laterais conseguiremos resolver a questão do acesso", ressalta. Geraldo acredita ainda que a medida vai "valorizar urbanisticamente essa região da cidade, trazendo um visual e aspecto muito melhor, o que, sem dúvida, garantirá um novo vetor de crescimento para a cidade de Dourados".
Luta
A implantação das vias marginais na BR-163 é uma das lutas que o deputado Geraldo Resende encampou logo que as obras de duplicação foram concluídas. Em agosto de 2011, durante audiência da bancada federal e do governo do Estado no Ministério dos Transportes, o parlamentar fez o pedido ao ministro Paulo Passos, tendo como resposta a informação de que os estudos já estavam sendo feitos, atendendo solicitação anterior do parlamentar. Em outubro do mesmo ano, o parlamentar se reuniu com a diretoria-geral do DNIT, elencando a obra como prioridade.
 Em novembro daquele ano, na condição de coordenador da bancada de MS no Congresso, o parlamentar manteve nova audiência com o ministro Paulo Sérgio Passos, solicitando recursos para o projeto, o qual se comprometeu em alocá-los no orçamento deste ano.

Legenda da foto/divulgação:
Em reunião no DNIT, Geraldo Resende solicita projeto de R$ 50 milhões autorizado pelo Ministério dos Transportes.

Valéria Araújo
10.06.13

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados