MS Forte II poderá incluir pedidos da sociedade douradense, diz Geraldo




         O deputado federal Geraldo Resende (PMDB) está otimista quanto à possibilidade do governador André Puccinelli (PMDB) incluir alguns projetos apontados pela sociedade douradense, no pacote de obras "MS Forte II" que deverá ser lançado nos próximos meses. A duplicação da Rodovia MS-156 (que demanda ao Distrito Industrial), a construção da sede do DOF, a pavimentação asfáltica da estrada que liga o aeroporto à Rodovia BR-463 e a revitalização da área central do município são as ações solicitadas ao governador durante audiência pública sobre a duplicação da Avenida Guaicurus, realizada sábado, 25.


         As ações solicitadas ao governo do Estado constaram de quatro documentos entregues ao governador André Puccinelli. Em seu pronunciamento durante a audiência pública, o chefe do executivo estadual disse que iria estudar a viabilidade econômica dos pedidos, tendo em vista o seu método de trabalho. "Eu somente assumo compromisso de fazer aquilo que eu posso começar e terminar no meu mandato", disse.

         O governador afirmou que a construção da sede do DOF é uma reivindicação que já vem sendo discutida com a ONG (Organização Não Governamental) SALVE - Solidários Amigos da Liberdade, Vigilância e Esperança e que o pedido poderá ser contemplado independente do pacote "MS Forte II". "Quanto às demais reivindicações, se não puder atender a todas, os douradenses terão que apontar a ordem de prioridades", ressaltou.

         Um dos documentos apresentados ao governador pede o recapeamento das avenidas Marcelino Pires, Weimar Torres, Joaquim Teixeira Alves e Hayel Bon Faker, danificadas pelo trânsito pesado que existia até há pouco tempo. "Durante décadas, as principais avenidas de Dourados foram a única opção para milhares de caminhões e carretas, que transitaram pelo centro da cidade com destino a outros centros do país. Isso ocorreu até a implantação da Perimetral Norte", diz o ofício. Essa solicitação, explicou o governador, será discutida diretamente com o prefeito Murilo Zauith.

         A revitalização da região que demanda ao Distrito Industrial de Dourados (DID) foi solicitada pelas lideranças políticas com o argumento de que um dos problemas que afetam não apenas as empresas instaladas no Distrito, mas também os moradores das proximidades é a precária condição da Rodovia MS-156.

         Em outro ofício, os signatários argumentaram que o crescimento do tráfego na estrada que liga o aeroporto e a Rodovia BR-463 tem trazido prejuízos às universidades (UEMS e UFGD) instaladas nas proximidades, principalmente por causa da poeira que toma conta das instalações. "O trânsito causa trepidações que chegam até os laboratórios da UEMS, ocasionando desajustes em aparelhos de alta precisão. Isso traz prejuízos financeiros à Universidade, pois estes equipamentos constantemente têm que ser reconfigurados".

         Na avaliação do deputado Geraldo Resende o encaminhamento dado pelo governador André Puccinelli foi correto. "Sabemos que o governador não promete nada que não possa cumprir. Tenho certeza de que ele irá analisar com muita responsabilidade as demandas que apresentamos e mais uma vez, irá dar uma resposta que irá trazer muitas alegrias para nós, douradenses", concluiu.



Legenda da foto de Ricardo Minella:

Lideranças políticas apresentam pedidos da sociedade douradense ao governador André Puccinelli.



Ricardo Minella

28.05.13

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados