Recuperação de estradas atende regiões do Potreirito e Indápolis





A Prefeitura de Dourados está a mais de uma semana executando o plano de recuperação das estradas rurais. São homens e máquinas disponibilizados exclusivamente para esse serviço, buscando garantir melhores condições de tráfego para o escoamento da produção. Ao mesmo tempo, restaurando essas vias a prefeitura proporciona também mais segurança ao transporte escolar.

São três tipos de serviços sendo realizados em várias regiões ao mesmo tempo. O primeiro é o de raspagem e alargamento da via, seguido do recolhimento da sujeira. Outra ação é a do cascalhamento, com a compactação e a terceira etapa é na área de drenagem, com a limpeza das valetas para o escoamento da água das caixas de retenção.

Um das frentes do plano de recuperação começou pelo Travessão da Odete, na região do Engano, onde já foi realizada a raspagem e alargamento em praticamente toda a sua extensão. Na semana passada foi iniciado o serviço de cascalhamento e a restauração das caixas em todo o travessão e dando sequência pela Linha do Potreirito.


Na região de Indápolis a prefeitura está atuando com outra equipe, atendendo os travessões do Mete Fogo, da Fazenda Paloma, travessão da antiga cascalheira e da Figueira. Nessa área ainda está em execução o serviço de raspagem para em seguida aplicar o cascalhamento nos pontos mais críticos apontados pelos próprios usuários das vias.

Pela programação da Secretaria de Infraestrutura e Desenvolvimento, assim que for concluída a região do Engano, a equipe que está no local vai atuar no entorno do Distrito de Vila Vargas, atendendo parte do Guassu e Colônia dos Zanatas. Essas são regiões que integram, de acordo com o plano de ação definido pela prefeitura, os setores I, II e III.

A prefeitura, como determinou o prefeito Murilo, vai resolver também o problema das pontes de madeira que serão substituídas por pontes de concreto. Uma delas é na região do Engano e as demais no Guanandi, Assentamento Lagoa Grande em Itahum e sobre o córrego Laranja Azeda, na região da Fazenda Barro Preto.


Crédito: A. Frota

Legenda:Travessão da Odete já recebe cascalhamento em trechos críticos e limpeza das caixas de retenção

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados