Sorteiado lotes e quadras do Estrela Jupy

Futuros moradores do Residencial João Antônio Luiz Braga já sabem o endereço que terão no novo residencial; entrega deve ocorrer em 60 dias

A Prefeitura de Dourados cumpre em 60 dias mais uma etapa do programa de habitação adotado pelo prefeito Murilo. Dentro de dois meses serão entregues as 73 unidades habitacionais do "Residencial Estrela Jupy - João Antônio Luiz Braga", localizado no Jardim das Primaveras. As casas serão destinadas a famílias que vivem em áreas de risco.


Nesta segunda-feira, o Departamento de Habitação da prefeitura convocou as 73 famílias já selecionadas para o residencial para participarem do sorteio da quadra e lote em que cada uma vai morar. A abertura foi feita pelo secretário de Planejamento Gerson Schaustz, que representou o prefeito Murilo. Também estavam presentes o deputado Laerte Tetila e o vereador Pedro Pepa.

As casas do Estrela Jupy já estão prontas, faltando apenas a pintura. Dentro de dois meses as moradias já poderão ser entregues às famílias que serão removidas de áreas de risco em diversas regiões da cidade. As casas já possuem água, luz e foram construídas em área plana, sem risco de alagamento.

Em breve o residencial vai receber asfalto. "Para isso estamos viajando esta semana a Brasília, por determinação do prefeito Murilo, para garantir os recursos do asfalto", disse o secretário de Planejamento. Ele informou aos futuros moradores que o terreno de cada casa está avaliado em pelo menos R$ 50 mil.

Com o sorteio da quadra e do lote, cada família já fica sabendo em qual casa vai habitar e pode ir se programando para a futura moradia, comprando materiais para os retoques que acharem necessários.

Ana Maria de Souza ficou emocionada no momento em que foi chamada para participar do sorteio. "Só eu sei o que isso representa pra mim", disse a moradora, que será removida de uma das áreas de risco da cidade.

Situação semelhante vive a dona de casa Adriana Costa. Como chefe de família e ganhando pouco, ela consegue apenas comprar alimentação. "É muita emoção saber que agora terei a minha casa e que vou economizar investindo no que é meu".

O Residencial Estrela Jupy será o segundo feito com recursos do PAC (Plano de Aceleração do Crescimento) a ser entregue na atual administração. No total o montante de recursos do PAC prevê a construção de 420 casas destinadas a famílias que vivem em áreas de risco e a grupos considerados vulneráveis.

As primeiras famílias removidas de áreas de risco foram as 187 que viviam no Jardim Clímax, próximo ao Parque Antenor Martins, no local conhecido como "favelinha do Clímax", e que agora moram em casas do Residencial Martín Cristaldo.

Após a entrega do Estela Jupy o próximo será o "Estrela Guassu – Honório Almirão", onde serão construídas 200 residências. As obras já começaram na região do Jardim Clímax.

Os recursos do PAC para a construção de casas destinadas a famílias em área de risco e em extrema vulnerabilidade foram pleiteados há vários anos e faziam parte de um dos projetos parados em Brasília e que foram resgatados pelo prefeito em 2011.

A meta do prefeito Murilo é acabar com as pequenas favelas ainda existentes em áreas de risco. Por isso a habitação é considerada prioridade da atual administração.

O prefeito lembra que Dourados sempre enfrentou sérios problemas de alagamentos. Diante da necessidade de resolver essa situação, a Defesa Civil cadastrou as famílias nestas condições e a prefeitura fez obras estruturantes e iniciou o processo de desfavelamento e assentamento das famílias em novas moradias. Na chuva intensa do mês de junho não houve nenhum caso de alagamento na cidade.

Legenda: Famílias que vão morar em casas do Estrela Jupy participaram nesta segunda do sorteio dos lotes
Crédito: A. Frota

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados