Aeroporto de Dourados: ANAC diz que vôos por instrumentos dependem de correções em processo


Em ofício, Agência responde ao deputado Geraldo Resende sobre questionamentos feitos no início de julho sobre aeroporto douradense

         A regularização de vôos por instrumentos no aeroporto municipal "Francisco de Matos Pereira", depende da regularização de diversos itens para adequar a infraestrutura do local à legislação vigente. Essa foi a resposta que a ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil - deu ao deputado federal Geraldo Resende (PMDB), que no último dia 1.º de julho enviou questionamentos ao órgão sobre o assunto.
         O ofício da ANAC foi enviado a Geraldo Resende na última quarta-feira (31/07), após o parlamentar questionar, por telefone e por meio de ofício, a razão do impedimento de operação por instrumentos no aeroporto douradense, que causou o cancelamento de diversos vôos no início de julho deste ano, em dias de chuva e céu nublado.

         De acordo com o ofício da Agência Nacional, existe em tramitação um processo pedindo a regularização, sob o número 00065.009579/2013-44 acerca da alteração do cadastro do Aeródromo de Dourados. "Na análise do referido processo, será realizado um levantamento dos itens a serem corrigidos por parte do operador aeroportuário, de forma a adequar a infraestrutura à regulamentação vigente, em especial ao Regulamento Brasileiro da Aviação Civil n.º 154, que trata de "Projeto de Aeródromos".
         A agência conclui o documento afirmando que "formalizará tais itens ao operador aeroportuário e aguardará a devida correção para a seqüência do referido processo".
         Preocupação
         Com a resposta, o deputado Geraldo Resende disse que vai buscar todas as informações necessárias para cobrar dos responsáveis, agilidade na correção dos itens apontados pela ANAC, a fim de que a população douradense deixe de correr risco de cancelamentos de vôos comerciais pela falta de estrutura no aeroporto local.
         No ofício enviado à Agência, o parlamentar demonstrou preocupação com o problema e afirmou que "Dourados lidera uma região extremamente progressista, destacando-se no crescimento econômico e populacional, com conquistas marcantes lideradas pela iniciativa privada e pelo poder público. Não obstante, a melhoria de um dos setores fundamentais no desenvolvimento da região, que é o transporte aéreo, caminha a passos lentos".
         Segundo afirmou no ofício, essa situação cria "desconforto a empresários locais e aos que chegam, como o ocorrido recentemente, quando vários pousos e embarques não foram feitos em razão da falta de homologação para estes procedimentos por meio de instrumentos, acarretando a necessidade de deslocamento à capital do Estado, distante 220 quilômetros".
         Geraldo Resende disse ainda, no ofício que defende "com urgência a solução deste problema inicialmente, e posteriormente, a necessidade de se dotar o aeroporto de Dourados das condições similares a outros centros do Brasil". A resposta, segundo o parlamentar, servirá para subsidiar suas gestões "no sentido de colaborar para a agilidade nas melhorias, bem como orientar, se for preciso, um posicionamento da bancada federal de Mato Grosso do Sul".
         Reforma
         Outra ação do deputado Geraldo Resende em relação ao aeroporto douradense é com relação aos recursos (R$ 4,5 milhões) viabilizados pelo parlamentar em parceria com o governo do Estado, junto à Secretaria de Aviação Civil (SAC), para obras de reforma e revitalização da estrutura existente. Recentemente foi definida a empresa que vai executar os trabalhos, faltando apenas a assinatura do contrato e a ordem de serviço.

Legenda da foto de Ademir Almeida:
Aeroporto de Dourados passará por reformas e revitalizações para garantir vôos comerciais.

Ricardo Minella
01.08.13

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados