Atitude de diplomata brasileiro preservou integridade física de senador boliviano, diz Reinaldo


O deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB-MS) elogiou a conduta do embaixador brasileiro Eduardo Sabóia, já que do contrário, até a vida do senador boliviano Roger Pinto estaria em risco, visto se tratar de um governo com aspectos ditatoriais, autoritários, como é o de Evo Morales.

"Vejo como um ato de bravura do diplomata Eduardo Sabóia, que se preocupou em preservar a vida do senador da Bolívia, ele está de parabéns por garantir a integridade física do parlamentar boliviano", comentou Reinaldo.

Entretanto, a ação que resultou na transferência do senador Roger da Embaixada brasileira em La Paz, onde ele permanecia há 15 meses, para Corumbá (MS) e de lá para Brasília (DF) resultou na demissão do ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota. Além disso, o governo brasileiro abriu inquérito para investigar a conduta de Sabóia, que era responsável pela Embaixada do Brasil na capital boliviana.


O senador Roger Pinto chegou no último fim de semana a Brasília após deixar La Paz com um carro da Embaixada brasileira. Ele estava asilado na embaixada do Brasil há 452 dias. O senador fez uma série de denúncias envolvendo suposta corrução no governo do presidente Evo Morales.

Nesta terça-feira (27/8), o presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), declarou que "é deplorável, sob todos os aspectos, a atitude tomada pelo governo da presidente Dilma Rousseff no episódio envolvendo a transferência do senador boliviano Roger Pinto Molina para o país". Para Aécio, ao expor à execração pública o diplomata Eduardo Sabóia, o governo brasileiro se curva, mais uma vez, a conveniências ideológicas.

Foto: Alexssandro Loyola

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados