Fwd: Atletismo de Dourados adquire novas cadeiras de rodas

Convênio com a Fundersporte, Prefeitura e Procuradoria do trabalho, articulado pelo deputado federal Geraldo Resende garante R$ 90 mil em investimentos

O atletismo sobre rodas de Dourados adquiriu novos equipamentos. São 15 cadeiras de rodas, bolas, tabelas de basquete, uniformes entre outros materiais que foram entregues no último sábado no Centro de Convivência Dorcelino Folador. Os equipamentos são resultado de uma articulação do deputado federal Geraldo Resende na Fundação do Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte) que garantiu ainda convênio com a Fundação de Esportes de Dourados (Funed) e a procuradoria do Trabalho. Ao todo, R$ 90 mil foram investidos nos materiais.

De acordo com o diretor da Funed, Leandro Carlos Francisco, as cadeiras de rodas vão atender cerca de 50 atletas de Dourados nas mais variadas modalidades. Segundo ele é um incentivo para os atletas, que estão representando bem a cidade de Dourados, além de serem exemplos de força de vontade para o Estado.
O deputado federal Geraldo Resende, que é autor de recursos que garantiram a construção da primeira quadra poliesportiva adaptada do Estado, que fica hoje na sede do Centro de Referência da Pessoa com Deficiência, Dorcelina Folador, destaca a luta também pela construção do Centro Especializado de Reabilitação (CER) que será construída nas proximidades do Caic. Segundo Geraldo Resende, o processo está na fase de aprovação dos projetos. "Assim que vencida esta etapa a Prefeitura poderá abrir a licitação e contratada a empresa responsável pelas obras poderá assinar a ordem de Serviço", destaca.
Segundo ele, assim que ficar a sede vai atender pessoas com deficiência física e visual. A expectativa é de que a estrutura tenha capacidade para 1,5 mil pessoas que precisam de reabilitação e reintegração social. Em relação ao convênio que garante as novas cadeiras de rodas ela diz que é um incentivo para que os atletas de Dourados continuem "brilhando".
Para o atleta de corrida Wanderlei Silva Rosa, as cadeiras profissionais vão garantir maior desempenho nos campeonatos. "Sem este apoio tudo se torna mais difícil. Nós tínhamos que usar cadeiras emprestadas nas disputas e isso era fatos complicador porque cada cadeira tem uma medida específica para o dono dela. Eu sentia muitas dores pelo corpo, mas nunca desisti. Fiquei muito feliz porque agora esta dificuldade foi minimizada. Menos um obstáculo", conta.
Mesmo com todas as dificuldade de locomoção Wanderlei coleciona títulos. Na corrida de São Silvestre ficou entre a 6ª e a 8ª colocação.  Também foi ouro na Corrida de Reis em Cuibá em janeiro desse ano. No Basquete sobre Rodas, outra modalidade que participa, a equipe foi campeã invicta no Campeonato Paranaense. "Com estas cadeiras profissionais, nós estamos nos sentindo valorizados. Nós nos sentimos vivos!", comemorou.
O atleta Jair Mieres da Conceição, foi o primeiro atleta sobre rodas de Dourados. Ele diz que chegou no município em 2002 vindo de Campo Grande, e iniciou as primeiras disputas nas maratonas do fogo.  Outros cadeirantes seguiram o seu exemplo e começaram a participar.  "O problema é que este pequeno grupo de quatro pessoas atuava de forma dispersa. Foi quando garantimos um especo no Sesi em 2005. De lá para cá jovens que estavam "presos" em casa descobriram no esporte uma maneira de viver bem, com uma perspectiva de vida, que muitos já haviam perdido. Hoje eu vejo mais de 50 atletas em Dourados e choro de emoção em poder fazer parte dessa história", destaca.
O professor de Educação especial e presidente do Conselho da Pessoa com Deficiência, Ronaldo Gomes, diz que as atividades físicas estão mudando a vida dos cadeirantes, tanto no equilíbrio físico como no emocional. "A única diferença da pessoa com deficiência para as demais é que ela tem a necessidade de estar numa cadeira de rodas. Assim como qualquer pessoa, o cadeirante se sente muito mais realizado, disposto e saudável praticando uma atividade física", destaca.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados