Geraldo confirma: Dourados será entroncamento de ferrovias




         Audiência pública que será realizada nesta quinta-feira (8) vai confirmar Dourados como entroncamento das ferrovias EF 267 – braço da Norte-Sul, que ligará o Município a Estrela d'Oeste (SP) - e EF 484 (Ferroeste), que deverá sair de Maracaju, passando por Dourados e chegando a Lapa (PR). A afirmação é do vice-presidente da Frente Parlamentar das Ferrovias, deputado federal Geraldo Resende (PMDB), que está apoiando o evento que acontecerá em Campo Grande, a partir das 14:00 horas.


         Realizada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), a audiência é a última etapa de consultas públicas oficiais para finalizar os estudos preliminares anteriores à licitação do projeto. A primeira foi a tomada de subsídios pelo site da ANTT. Na sequência, numa parceria com o deputado Geraldo Resende e apoio da Prefeitura, Câmara de Vereadores, e Associação Comercial (ACED), aconteceu a reunião participativa, no último dia 6 de maio, em Dourados.

         "Nesta última etapa de consultas públicas sobre a      EF 267, tenho certeza que o traçado, que ligará Dourados a Estrela d'Oeste, passando por diversos municípios de Mato Grosso do Sul será confirmado. Posteriormente, nas consultas sobre o braço da Ferroeste, a EF 484, também haverá a confirmação de que a linha passará por Dourados", afirma Geraldo Resende. "Na Frente Parlamentar das Ferrovias, trabalhamos para isso e temos certeza de que seremos vitoriosos".

         De acordo com o parlamentar, ao encerrarem-se as consultas, o projeto estará pronto para ser licitado e as obras terem início em 2014. A linha férrea que também deverá passar por Brasilândia, Santa Rita do Pardo, Bataguassu, Nova Andradina, Angélica e Deodápolis, está prevista no Programa de Investimento e Logística (PIL) do governo federal, lançado no dia 15 de agosto do ano passado.

            O estudo prevê um traçado de 659 quilômetros, atravessando também, 12 cidades no Estado de São Paulo. Neste projeto está previsto um investimento de R$ 2.937.967.165,00 (dois bilhões, novecentos e trinta e sete milhões, novecentos e sessenta e sete mil e 165 reais).

         A licitação para construção e administração da futura linha férrea pela iniciativa privada deve acontecer em setembro. O deputado Geraldo Resende tem uma nova reunião com o diretor Carlos Nascimento, da ANTT, para garantir a prioridade na implantação desta ferrovia. O encontro deve ocorrer na próxima semana, em Brasília.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados