Ishy pede urgência a ativação da UPA



O vereador Elias Ishy (PT) voltou a cobrar da Prefeitura de Dourados urgência na ativação da UPA 24 horas (Unidade de Pronto Atendimento). Diante do agravamento da crise na saúde pública no município, o parlamentar avalia que essa unidade hospitalar não poderia ter sido deixada de lado pela administração pública, uma vez que possibilitaria maior abrangência do atendimento médico hospitalar e aumento do número de leitos.


Instituída em portaria do Ministério da Saúde, a UPA 24 horas de Dourados será de Porte III, voltada ao atendimento de população entre 200.001 e 300.000 habitantes. Se a obra estivesse pronta, o número diário de atendimentos médicos seria de 301 a 450 pacientes. Seis médicos – entre pediatras e clínicos gerais – já estariam atuando em meio a quase 20 leitos, o que reduziria a crise instalada no Hospital da Vida e no Hospital Universitário.

Ishy ressalta que a falta de agilidade da prefeitura na execução dos serviços de construção da UPA 24 horas é extremamente prejudicial para o atendimento do SUS (Sistema Único de Saúde) no município. Além de privar a população de atendimento médico, a ineficiência administrativa da atual gestão municipal provoca prejuízo financeiro.

Pelo menos R$ 4 milhões deixaram de ser repassados pelo governo federal ao município. Esse valor é a soma dos R$ 250 mil mensais que a União teria destinado ao custeio das atividades desenvolvidas na UPA 24 horas. Mas o valor nunca chegou aos cofres públicos municipais justamente porque a unidade até hoje não está pronta, embora o prazo inicial para inauguração tenha vencido há mais de um ano.

No início deste ano Ishy encaminhou requerimento para a administração municipal e cobrou informações sobre a UPA 24 horas, como o prazo previsto para entrega. Não houve qualquer previsão concreta. Pelo contrário, a prefeitura reconheceu que
o custo da obra, orçada inicialmente em R$ 2,6 milhões, saltou para R$ 2,9 milhões. Conforme o parlamentar, o Executivo deve ativar a unidade com urgência, uma vez que são recorrentes as queixas de usuários do sistema público de saúde, constantemente atendidos em cadeiras nos corredores de hospitais.


Legenda –

Vereador Elias Ishy ressalta que a UPA 24 horas pode reduzir os problemas na saúde pública em Dourados (Foto: Divulgação)

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados