Projeto Capacitar traz empresários e grandes profissionais a Dourados

Projeto Capacitar traz empresários e grandes profissionais a Dourados
De Sete Quedas a Sonora, como observou o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Dourados (Aced), Antônio Luiz Nogueira, cerca de 50 pessoas, entre presidentes, executivos e colaboradores de associações comerciais e empresariais não mediram esforços e se deslocaram até a segunda maior cidade do Mato Grosso do Sul, nesta quinta-feira (8), para a 1ª etapa do Projeto Capacitar.
O primeiro dia do encontro foi abundante em trocas de experiências. Todos os presentes no Espaço Kikão demonstraram disposição em aprender, somar e compartilhar seus conhecimentos. Durante a tarde, o diretor executivo da Associação Empresarial de São Gabriel do Oeste, Luiz Melo, fez a primeira apresentação expondo os resultados de sucesso obtidos pela Acisga. Mostrando a importância do planejamento e do estabelecimento de metas, o executivo falou de liderança. "Para estimular atitudes o presidente da associação comercial ou empresarial deve provocar a cultura proativa nos colaboradores", destacou.

Em seguida, o coordenador do Projeto Progerecs (CACB-Certisgn), Luiz Antônio Bortolin, e o coordenador de canais da Certisgn, Lafaiete Lima, eliminaram dúvidas a respeito da certificação digital. Bortolin lembrou e agradeceu os esforços do presidente da Faems (Federação das Associações Empresariais de Mato Grosso do Sul), Antônio Freire, na campanha pela aprovação do Projeto de Lei 200-12, que pretendia extinguir a multa de 10% sobre o FGTS, pago pelo empregador quando demite um funcionário sem justa causa.
Na abertura oficial, realizada no período da noite, o presidente da Aced, Luiz Antônio Nogueira, deu as boas vindas e agradeceu a presença dos que lotaram o espaço. Entre as autoridades, estiveram presentes o prefeito de Dourados, Murilo Zauith, e o presidente da Câmara Municipal, Idenor Machado.
O prefeito considera que "o desenvolvimento é feito às custas do comércio", lembrando da criação da lei de incentivo fiscal. "Na divisão do Estado, foi criada a lei de incentivo fiscal para ajudar a desenvolver e agregar valores à matéria-prima local, mas quem paga os impostos é o comércio", afirmou.
O diretor técnico do Sebrae, Tito Estanqueiro, ressaltou que a inovação é indispensável. "O mercado cada vez mais competitivo exige inovação para progredir". E falou diretamente aos empresários. "Muitos de nós, cada um no seu papel, contribui para o desenvolvimento do Estado", disse.
Na grande palestra da noite, o cientista da computação, consultor e diretor da Fábrica de Criatividade, Denilson Shikako, explorou o raciocínio dos mais de 100 participantes com uma apresentação 'fora de série'. "Um pequeno detalhe pode fazer uma grande diferença", exclamou, prendendo a atenção de todos.
Com grande interação e bom humor, Shikako mencionou alguns fatores que podem transformar uma carreira, como uma boa rede de contatos e desenvolvimento de múltiplas inteligências. "Quando o processo comum de raciocínio não traz resultados, começamos a pensar diferente. Pessoas 'fora de série' conseguem ter mais foco e enxergam oportunidades nas dificuldades", explicou o consultor.
A 1ª etapa do Projeto Capacitar será encerrada na noite de sexta-feira (9), com o seminário "Gestão e Liderança de Equipes", do professor da Fundação Dom Cabral, João Roberto de Paula Domingues, que é também consultor em desenvolvimento organizacional e de pessoas.

Foto: Kauhê Prieto
Legenda: Palestra sobre criatividade com Denilson Shikako, encantou platéia do Projeto Capacitar

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados