Saúde de Dourados quer economizar com gastos operacionais

A Prefeitura de Dourados através da Secretaria de Saúde iniciou a implantação de um sistema de gestão operacional, com o objetivo de reduzir os custos administrativos e exercer um controle mais eficiente sobre seus gastos e serviços. A medida foi discutida nesta segunda-feira, com os gerentes e diretores de departamento da secretaria, no Plenário José Cerveira, no CAM (Centro Administrativo Municipal). O secretário de Saúde Sebastião Nogueira acompanhou a reunião.




Entre as estratégias está a adoção de medidas mais eficientes para controle de veículos e aquisição e utilização de itens manuseados por servidores diretamente no atendimento à população. "Nossa intenção é adotar estratégias de compras mais eficientes para que não haja interrupção no fornecimento de insumos à população", explicou o diretor do departamento de Vigilância em Saúde, Eduardo Arteiro Marcondes.

 

Através desse sistema há um mapeamento de todos os dados da secretaria em números, para que haja um planejamento integrado entre os departamentos do órgão. O sistema foi aplicado em caráter experimental no Departamento de Vigilância em Saúde. Segundo o diretor, os gastos com combustível, por exemplo, caíram de R$ 13,8 mil em abril (antes do sistema) para R$ 6,5 mil mensais. A partir desta semana o sistema passa a ser aplicado em todos os órgãos da Secretaria de Saúde.



Legenda: Sebastião Nogueira fala a gerentes e diretores de órgãos da Secretaria de Saúde sobre novo sistema de gestão operacional

Crédito: A. Frota

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados