Vereadora sugere reaproveitamento de materiais e cascalhamento de ruas


Em sessão realizada no plenário da Câmara Municipal de Dourados na terça-feira (20), a vereadora Délia Razuk apresentou, por meio de indicação, uma sugestão ao secretário municipal de infraestrutura e desenvolvimento Jorge Luiz de Lucia, para realizarem estudos no sentido de viabilizar a coleta e doação de materiais para serem reaproveitados e utilizados em construções da população carente do município de Dourados.
A vereadora explica que a proposta tem como objetivo o fornecer materiais da prefeitura, que possam ser reutilizados em construções, à famílias comprovadamente carentes. "É notório que em toda obra há excedentes de materiais de construção. Assim, ao invés do desperdício desses materiais com sua permanência em locais, muitas vezes inadequados, levando a sua deterioração, a população pode ser beneficiada para o término de uma obra, ou para simples reparos ou reformas, essenciais para sua habitação", considera Délia.
De acordo com Délia, caso proposta seja implementada, o meio ambiente também será beneficiado, pois haverá o descarte de menos entulho. "Com isso, estaremos preservando a saúde da população, o meio ambiente e ainda garantindo melhor moradia a pessoas não podem investir em construções", disse.



Cascalhamento

Na mesma sessão, a vereadora Délia Razuk chamou atenção da Mesa diretora para um problema na Rua Hilda Bergo Duarte, onde foi colocado um trecho de mão única, pelo fato da rua ser estreita, e permitir um fluxo seguro de veículos. No entanto segundo a vereadora, que na outra parte da rua onde era apenas um grande calçadão, atualmente é um trecho de terra e está sendo utilizado como passagem por veículos.
Pelo fato do trecho estar sem calçamento e com terra exposta, levanta poeira, o que prejudica as crianças que estudam e residem no lar Santa Rita. "Por ser apenas este trecho de toda a extensão da Rua Hilda Bergo Duarte com mão única, se rompe um fluxo de trajeto, e engessa o trânsito naquele local, tumultuando a mobilidade de pais e alunos de uma escola particular existente no local, quanto ao Lar Santa Rita e outros órgãos públicos e clínicas próximas", explica Délia.
Desta forma, a vereadora solicitou a abertura oficial do trecho da via, e pediu ainda o cascalhamento, e posteriormente a pavimentação asfáltica e colocação de placas de sinalização, para organização do trânsito no local. 
Foto: Thiago Morais 
Legenda: Caso a proposta seja implementada, o meio ambiente também será beneficiado, disse Délia Razuk.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados