Com 38 projetos, Dourados lidera ranking do Siconv em MS


Projetos em análise somam R$ 42,247 milhões em obras, benefícios e serviços para todas as áreas do município



O município de Dourados é destaque estadual no cadastramento de projetos no Siconv (Sistema de Convênios do governo federal) no ano de 2013. São 38 projetos no sistema em oito meses e meio, contra 31 de Jaraguari, 26 de Bataguassu, 25 de Costa Rica e Paranaíba e 22 de Corumbá e Bonito. Campo Grande tem 13.



Das 38 propostas de Dourados, uma já está aprovada e 34 estão em análise. Três estão cadastradas e entrarão em análise em breve. Hoje, todas as transferências de recursos federais feitas pela União para os municípios devem estar obrigatoriamente cadastradas no Siconv.




O sucesso de Dourados está na gestão eficiente implantada pelo prefeito Murilo. "Assim que assumimos a Secretaria de Planejamento, por determinação do prefeito Murilo criamos o Setor de Convênios, responsável por cadastrar e acompanhar todos os projetos da prefeitura no governo federal; o resultado foi muito positivo", afirma o secretário Gerson Schaustz.



De acordo com levantamento feito pelo diretor de Convênios Evandro Rosa, os 35 projetos somam R$ 42,247 milhões em obras, equipamentos, benefícios e serviços para todas as áreas do município. São R$ 39,58 milhões do governo federal, mais R$ 2,66 milhões de contrapartida da prefeitura.



O maior dos projetos é para a conclusão da unidade de beneficiamento do pescado (Frigorífico do Peixe), no valor de R$ 6,07 milhões, recursos do Ministério da Pesca e Aquicultura.



Também faz parte do pacote o recurso de R$ 4,27 milhões, do Ministério do Turismo, para a revitalização da Usina Filinto Muller (Usina Velha) e construção de infraestrutura turística. Tramita também projeto de R$ 3,262 milhões, no Ministério do Esporte, para a construção do Centro de Iniciação ao Esporte, e R$ 3,2 milhões no Ministério da Integração Nacional (Sudeco), para drenagem e asfalto no Jardim das Primaveras.



A maioria dos projetos foi cadastrada diretamente pela Prefeitura de Dourados. Mas, há cadastro de emendas de senadores e deputados. Porém os projetos técnicos são sempre feitos pela Secretaria de Planejamento da prefeitura.



Estão em análise ainda projetos como o da construção da Feira Livre Central de Dourados, no valor de R$ 2,25 milhões, reforma do Teatro Municipal no valor de R$ 844 mil, revitalização do Ceper do 1º Plano no valor de R$ 844 mil, reforma do Ginásio de Esportes no valor de R$ 2,22 milhões, reformas de campos de futebol, aquisição de veículos para a saúde, aquisição caminhões e máquinas agrícolas e para recuperação de ruas e estradas, fomento agropecuário, asfalto e drenagem.



Legenda: Murilo colocou Dourados como líder do ranking do Siconv entre municípios de MS

Crédito: A. Frota

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados