Dourados vai incentivar plantio da erva-mate


Fundamental no processo de fundação de Dourados, erva-mate pode voltar a ser valorizada economicamente



A Prefeitura de Dourados através da Secretaria de Agricultura Familiar e Economia solidária vai iniciar o processo de fomento à produção de erva-mate, produto responsável pela fundação do município de Dourados.




O município está inserido no projeto "Apoio e Fortalecimento da Cadeia Produtiva da Erva-Mate", desenvolvido em parceria entre a Agraer e a Sudeco (Superintendência para o Desenvolvimento do Centro- Oeste).



De acordo com o secretário de Agricultura Landmark Ferreira Rios, Dourados faz parte do projeto "Erva-Mate para a Região Sul de Mato Grosso do Sul". Landmark diz que já conversou inclusive com o superintendente da Sudeco, Marcelo Dourado, que se prontificou a dar todo apoio ao projeto.



Para o secretário, além de resgatar uma cultura histórica, que atraiu os primeiros moradores para a região, sendo a principal economia regional no final do século XIX, a erva-mate vai inclusive poder ser utilizada como reserva legal, desde que plantada de acordo com as normas do Ministério do Meio Ambiente.



"Além de ser um produto muito valorizado no mercado, poderá ajudar o produtor familiar a resolver o problema da reserva legal nas propriedades onde a mata foi devastada", afirma Landmark.



É mais uma ação da Prefeitura de Dourados para diversificar a economia e gerar renda ao pequeno produtor, como defende o prefeito Murilo. Além de ter dois assentamentos, na região de Itahum, o Amparo e o Lagoa Grande, Dourados tem inúmeras pequenas propriedades que poderão acrescentar essa cultura no seu processo produtivo.



A erva-mate (Ilex paraguariensis) é uma árvore da família das aquifoliáceas, originária da região subtropical da América do Sul no Paraguai. É consumida como chá quente (chimarrão) ou gelada (tereré). O tereré é a bebida típica de Mato Grosso do Sul, sendo consumida bastante em Mato Grosso, Rondônia e Acre. Também é usada para a fabricação de corantes.



Estudos detectaram a presença de muitas vitaminas, como do complexo B, vitamina C e vitamina D, além de sais minerais, como cálcio, manganês e potássio na erva. Também combate os radicais livres, auxilia na digestão e produz efeitos antirreumático, diurético, estimulante e laxante.



Legenda: Prefeitura de Dourados vai incentivar o cultivo de erva-mate

Crédito: Divulgação

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados