Novo modelo de transporte coletivo é apresentado em audiência pública

Secretário de Serviços Urbanos e arquiteto detalharam projeto elaborado após pesquisa, estudos e audiências com a sociedade



O projeto final do novo modelo de transporte coletivo urbano de Dourados foi apresentado na manhã desta segunda-feira durante audiência pública no auditório da 4ª Subseção da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). O novo modelo, que será implantado até 1º de julho de 2014, foi apresentado pelo secretário de Serviços Urbanos Luis Roberto Martins de Araújo e pelo arquiteto e urbanista Edson Marchioro, da empresa de arquitetura e urbanismo do Rio Grande do Sul, contratada pela prefeitura através de licitação para elaborar o estudo.




Durante duas horas, o urbanista fez a explanação do projeto e em seguida a audiência foi aberta para questionamentos.  Foi a quarta audiência pública para tratar do assunto em Dourados. Participaram vereadores, entre eles o presidente da Câmara Idenor Machado, representantes de entidades populares e de empresas de transporte público.

 

O modelo operacional a ser implantado em Dourados deverá ser do tipo "sistema aberto", cuja operação permite a racionalização de linhas de forma a coincidir parcialmente os itinerários atuais, favorecendo a identificação pelos usuários e permitindo o aproveitamento da infraestrutura existente.



Segundo Edson Marchioro, esse sistema também favorece a implantação de um corredor estrutural a ser implantado na Avenida Marcelino Pires, configurando a operação integrada através de um sistema tronco-alimentador para o transporte coletivo municipal.



O atendimento das linhas segue o Plano Diretor Municipal quanto ao raio de abrangência de 300 metros a partir das vias por onde passa a rede proposta, de modo a favorecer o deslocamento de pedestres para o acesso ao sistema. Também serão implantadas linhas distritais alimentadoras para Macaúba, Vila Vargas, Usina São Fernando, Itahum, Indápolis, Panambi e Usina São Marcos.



De acordo com o projeto que será implantado em três etapas, inicialmente serão utilizados 56 ônibus, sendo que 25% da frota deverá ser nova. Na primeira etapa serão instaladas as linhas leste-oeste e curtas, além de mais dois terminais.



Conforme o secretário Luís Roberto Martins de Araújo, o próximo passo é abrir o processo de licitação, possivelmente em novembro, para contratação da empresa que vai explorar o serviço em Dourados. "O objetivo do prefeito Murilo é criar um modelo de transporte público que melhore a qualidade de vida da população, com preços acessíveis e aumente o número de passageiros".



Legenda: Audiência pública realizada nesta segunda-feira apresentou o novo modelo de transporte coletivo de Dourados

Crédito: A. Frota

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados