Programa de Escolas Interculturais de Fronteira encerra atividades nesta semana

A UFGD, em parceria com a Rede Nacional de Formação Continuada (Renafor) e a Secretaria de Educação Básica (SEB) do Ministério da Educação (MEC) realiza no dia 31 de janeiro (sexta-feira), em Ponta Porã, o encerramento das atividades de 2013 do Programa Escolas Interculturais de Fronteira (PEIF).
O PEIF é uma iniciativa do MEC, por meio da SED, a fim de que unidades de ensino, gestores, professores e estudantes do Ensino Básico das regiões de fronteira desenvolvam estudos, pesquisas e atividades que envolvam as línguas comuns na fronteira, além de história, geografia, cultura, esportes e datas cívicas.


O evento de encerramento vai das 14 às 21 horas, com palestra, apresentação e avaliação das atividades do programa em 2013, além do lançamento da proposta de trabalho para este ano. Haverá apresentação de folclore paraguaio como a dança das botellas, da Escola Estadual João Brembatti Calvoso, guarânias, com o músico Vilela e Performances da Fronteira, com a professora Gicelma Chacarosqui Torchi, da Faculdade de Comunicação, Artes e Letras (FACALE/UFGD) que também na ocasião receberá a coordenação do PEIF na UFGD, antes exercida pela professora Maria Ceres Pereira.

As atividades serão realizadas no Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação (SIMTED), que fica na travessa Iguatemi, 38. O evento contará com a presença do professor Paulo Alves da Silva, assessor  técnico e coordenador geral de Ensino Fundamental da SEB/MEC e coordenador do PEIF, da professora Eliana Sturza, da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), do professor Damião Duque de Farias, reitor da UFGD, além de autoridades do Paraguai e de Ponta Porã.

Sem fronteiras

A UFGD é uma das dez universidades federais que participam do programa, que até o final de 2013 tinha, do lado brasileiro, o envolvimento de 11 municípios, 17 escolas, 7,5 mil estudantes dos anos iniciais do ensino fundamental e 250 professores. Somando as unidades de ensino de Argentina, Bolívia, Paraguai, Uruguai e Venezuela, que são os vizinhos participantes, são mais 15 escolas.

Para 2014, a intenção é a ampliação do número de escolas, municípios, países, línguas e universidades públicas. A expansão agregará escolas de municípios do Brasil que fazem fronteira com Colômbia, Peru, Guiana e Guiana Francesa.
Mais informações sobre o PEIF na UFGD podem ser obtidas pelo e-mail: fronteirabilingue@globomail.com e/ou pelo telefone 9962-6176 com Jacqueline Pereira, tutora do programa.

*Com informações do site do MEC.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados