Na 50ª Expoagro, produtores conhecem novas tecnologias de manejo de pastagens

Com objetivo de fornecer informações básicas sobre formação e implantação de pastagem e orientar os produtores rurais de Dourados e região sobre as melhores opções de manejo nutricional, a Suplementar Nutrição Animal, o GPP (Grupo de Plantio na Palha) e o Sindicato Rural de Dourados promoveram na manhã desta segunda-feira (26), no auditório do GPP no Parque de Exposições de Dourados, uma exposição sobre nutrição animal que debateu o tema "Implantação e melhor utilização de sistema intensivo de manejo de pastagens". 
A palestra, que faz parte do ciclo de eventos técnicos da Expoagro (Exposição Agropecuária Internacional de Dourados), teve como palestrante o doutor em agronomia, João Dórea. Durante uma hora e meia de conversa e apresentação de informações, Dórea orientou os produtores rurais presentes sobre a importância de relacionar e quantificar os custos de produção de gado envolvendo cria, recria e terminação em pastagem submetida à adubação de manutenção, desde a implantação da espécie forrageira até a venda dos animais.

Segundo o especialista, atualmente, a determinação do custo de produção se revela de suma importância na agropecuária, não somente como um componente para a análise da rentabilidade de produção, mas também como parâmetro de tomada de decisão e de capitalização do setor rural.
 "A produção de gado de corte em pasto é afetada por vários fatores, dos quais se destacam aqueles relacionados a deficiência alimentar e sanidade dos animais. Portanto, para garantir a sustentabilidade desse sistema de produção, é necessário o manejo adequado das pastagens, a fim de aumentar a capacidade produtiva e a longevidade destas. Essas mudanças precisam ser bem avaliadas para que se possa determinar a viabilidade das novas tecnologias introduzidas nos sistemas produtivos", destacou Dórea.
Dórea explicou ainda que a produtividade animal em pastagem depende do desempenho animal (ganho de peso vivo), que está associado à qualidade da forragem e a capacidade de suporte da pastagem (número de animais por unidade de área). Neste processo, ele destacou a importância do pecuarista potencializar seu sistema de produção levando em conta a necessidade de investimentos em reforma de pastagens, correção e adubação de pastagens para manejo intensivo e planejamento da produção de forragem.
O diretor administrativo da Suplementar Nutrição Animal, José Roberto Bruno Filho, enfatizou a relevância da parceria firmada pela empresa e o Sindicato Rural de Dourados. Segundo Bruno, desde 2008, a Suplementar promove durante a Expoagro eventos técnicos que possibilitam ao produtor rural de Dourados e região o contato direto com as novas tecnologias de produção e com grandes especialistas do setor. "Através desta parceria, trazemos à Expoagro o que há de mais moderno em matéria de tecnologia de produção e que seja 100% aplicável", disse.

FOTO: Dirceu Hall/DHE Produções

LEGENDA: Produtores rurais de Dourados e região receberam informações sobre as novas tecnologias de manejo de pastagem 

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados