Bancada Federal de MS pede a Dilma indicação de Acelino para o STF

O professor Acelino Rodrigues Carvalho ganhou, no começo do mês, importante respaldo à postulação do cargo de ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), em vaga aberta com a aposentadoria antecipada do ministro Joaquim Barbosa. Todos os três senadores e os oito deputados federais que integram a Bancada de Mato Grosso do Sul no Congresso Nacional subscreveram documento, protocolado junto à Casa Civil da Presidência da República, manifestando à presidente Dilma Rousseff (PT) o apoio para que Acelino seja indicado à vaga de Ministro da mais alta Corte do País.

O documento destaca as qualidades do professor: Especialista em Direito Processual Civil e em Direito Constitucional pela Unigran, de Dourados, Mestre m Direito Processual e Cidadania pela Unipar, do Paraná, e Doutor em Direito Público pela Unisinos, do Rio Grande do Sul, com estágio na Universidade de Coimbra, em Portugal.
Ressalta, também, a atuação dele no magistério superior há 15 anos, exercendo o cargo de  professor efetivo na UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) e na UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) nos cursos de graduação e pós-graduação, tendo vários livros publicados.
Maranhense da cidade de Fortuna, Acelino é casado e pai de duas filhas, e reside em Dourados há 27 anos, onde já conquistou o apoio de instituições e entidades como: Câmara de Vereadores, Universidades, OAB, Associação Comercial e Empresarial, Clubes de Serviço, Sindicatos e outras, além da OAB de Mato Grosso do Sul e da Assembleia Legislativa do Estado. Ele também é apontado pelos movimentos sociais e particularmente o Movimento Negro nacional como um nome capaz de representar a raça e o Nordeste na maior das Cortes jurídicas do País.
Os senadores e os deputados federais de Mato Grosso do Sul, orientados pelo líder da bancada no Congresso, deputado Vander Loubet (PT), recomendam Acelino para o STF por ser um “cidadão negro de notório saber jurídico e com sólida atuação na advocacia”, após 19 anos de exercício e ainda por construir “uma trajetória reveladora de talento, inteligência e competência, que asseguram o preenchimento dos requisitos constitucionais exigidos”.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados