Ciência sem Fronteiras abre inscrições para novas chamadas​

​O programa Ciência sem Fronteiras anunciou, na semana passada, novas chamadas para graduação-sanduíche, em que o acadêmico realiza parte de sua graduação fora do país. Ao todo, são 21 países de destino: Alemanha, Austrália, Áustria, Bélgica, Canadá, China, Coréia do Sul, Espanha, EUA, Finlândia, França, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália, Japão, Noruega, Nova Zelândia, Polônia, Reino Unido e Suécia. Para conferir quais são as áreas contempladas, acesse o link: http://goo.gl/9tRsbP.



Inscrições

De acordo com o número da chamada, as inscrições podem ser feitas até os dias 29 ou 30 de setembro. Cada chamada corresponde a um país de destino e a lista completa pode ser acessada no endereço: http://goo.gl/jVPWyV.

Entre os requisitos obrigatórios para todas as chamadas estão: obter nota global no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) igual ou superior a 600 pontos, em exames realizados a partir de 2009; apresentar teste de proficiência no idioma aceito pela instituição de destino; ter integralizado no mínimo 20% e, no máximo, 90% do currículo previsto para seu curso no momento do início previsto da viagem de estudos; e ser homologado pela instituição de ensino superior de origem.

É necessário também cursar uma das áreas contempladas pelo programa. Aos alunos da área de saúde, é necessário verificar as exigências específicas de cada umas das chamadas: há países que aceitam alunos do ciclo básico e clínico, há chamadas que aceitam somente alunos do ciclo básico e há países que não aceitam alunos da área da saúde.


Benefícios

A bolsa concedida aos candidatos selecionados custeará a permanência do aluno pelo período de estudo no país. Além da mensalidade na moeda local, são concedidos auxílio instalação, seguro-saúde, auxílio deslocamento para aquisição de passagens aéreas e auxílio material didático para compra de computador portátil ou tablet.

A interlocução com o Ciência sem Fronteiras, inclusive para candidatos com dificuldades no acesso ao formulário de inscrições, deverá ser realizada exclusivamente via protocolo, através do "Fale Conosco" do site do programa: http://www.cienciasemfronteiras.gov.br/web/csf.


O programa

Ciência sem Fronteiras é um programa que busca promover a consolidação, expansão e internacionalização da ciência e tecnologia, da inovação e da competitividade brasileira por meio do intercâmbio e da mobilidade internacional. A iniciativa é do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Ministério da Educação (MEC).

O projeto prevê a utilização de até 101 mil bolsas em quatro anos para promover intercâmbio, de forma que alunos de graduação e pós-graduação façam estágio no exterior com a finalidade de manter contato com sistemas educacionais competitivos em relação à tecnologia e inovação. Além disso, busca atrair pesquisadores do exterior que queiram se fixar no Brasil ou estabelecer parcerias com os pesquisadores brasileiros nas áreas prioritárias definidas no Programa.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados