Pitacos Sábado

Proibido!
O TRE (Tribunal Regional Eleitoral) de Mato Grosso do Sul proibiu o candidato ao Governo do Estado Nelson Trad Filho (PMDB) de veicular a propaganda eleitoral onde afirma que o então deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB) votou contra a criação do programa Mais Médicos. A proibição inclui a veiculação no horário gratuito de TV, rádio, nas redes sociais ou sites oficiais da internet. Caso a determinação seja descumprida, a Coligação “MS Cada Vez Melhor”, a qual o candidato faz parte, terá que pagar R$ 15 mil de multa ao dia. A decisão é do desembargador Romero Osme Dias Lopes.

Marina empata!
A Rede Globo divulgou na noite desta sexta-feira (29) a pesquisa Datafolha sobre a corrida presidencial. Conforme os dados divulgados, uma situação de empate entre a presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, e a ex-senadora Marina Silva, candidata do PSB. Cada uma aparece com 34% das intenções de voto. A seguir, vem o senador Aécio Neves (PSDB), com 15%. Na pesquisa anterior do Datafolha, divulgada no último dia 18, Dilma tinha 36%, Marina, 21% e Aécio, 20%. Na simulação de segundo turno entre Dilma e Marina, a ex-senadora alcançou 50% contra 40% da presidente. Na pesquisa anterior, Marina tinha 47% e Dilma, 43%.

Delcidio na frente!
Pesquisa do Instituto DATAmax, ligada ao site Midiamax, da Capital, aponta a liderança do senador Delcídio Amaral (PT) na disputa pelo governo estadual, seguido de Reinaldo Azambuja, em segundo, e Nelsinho Trad, em terceiro. Conforme o levantamento divulgado nesta sexta, o petista teria 38,8% das intenções de votos se as eleições fossem hoje; o tucano 21,6% e o peemedebista 16,7%. Sidney Melo (PSOL) e Evander Vendramimi (PP) Professor Monje (PSTU), receberam 0,70%, 0,60 e 0,40% das citações dos entrevistados. Ainda de acordo com a pesquisa, é expressivo o percentual de eleitores indecisos: 15,7%. Os que pretendem votar em branco ou anular o voto somaram 5,60%. A pesquisa, conforme o instituto, foi realizada entre os dias 25 e 28 de agosto de 2014, registrada no TRE sob o número MS 00030/2104. Foram entrevistados 1.500 eleitores em 37 municípios do Estado. A margem de erro de 2,5%, para mais ou para menos e o grau de confiança de 95%. ...

Bernal fora!
A invasão do prefeito cassado de Campo Grande e candidato do PP ao Senado, Alcides Bernal, no horário eleitoral destinado aos cargos proporcionais, foi considerada irregular pelo TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul), que puniu o progressista com a perda de tempo de propaganda de seu programa de candidato a senador. A Justiça determinou ainda, que o tempo retirado de Bernal não deve ser utilizado pelo partido para outro fim ou em benefício de outro candidato. Durante o tempo, a TV deve mostrar a seguinte mensagem: “Tempo perdido pelo PARTIDO PROGRESSISTA - PP por infringência ao art. 43 da Resolução TSE n.º 23.404/2014, conforme determinação da Justiça Eleitoral”.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados