Black Friday Fronteira que acontece nos dias 5, 6 e 7 de setembro

A 3ª edição do Black Friday Fronteira que acontece nos dias 5, 6 e 7 de setembro, em Ponta Porá-MS e Pedro Juan Caballero-PY. Cerca de 200 lojas participam dos dois lados da fronteira  oferecendo pelo menos 12 mil itens com descontos de 10 a 50%.
Entre os estabelecimentos participantes estão o Shopping China, o novo Outlet e Studio Center. Serão ofertados produtos de diversos segmentos, como: informática, eletrônicos, itens de casa, iluminação, confecções, brinquedos, esporte e lazer, ferramentas, eletrodomésticos, pneus, perfumaria, bebidas, tecidos, acessórios, e tudo o mais que os clientes já estão acostumados a encontrar na melhor fronteira do Brasil com a América Latina.

Virou uma tradição na fronteira
Depois de uma primeira edição em que todas as expectativas dos realizadores foram superadas e as estruturas da fronteira de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero foram testadas, a segunda edição em 2013 consolidou o evento que, numa inédita pesquisa aplicada pela UEMS com apoio da UFMS, Universidade Colúmbia e de “Ponta Porã Sem Fronteiras” e Convention & Visitors Bureau, com 577 compradores,  com aprovação de 98% dos entrevistados.

Dos clientes abordados 69% se surpreenderem com os preços, 28% encontraram valores dentro do que esperavam e 3% acharam que os descontos reais eram pequenos.
“A meta agora é atingir 100% de aprovação, buscar excelência e fazer desta edição do maior evento de descontos da América Latina bater record de vendas”, diz o diretor da Câmara de Comércio e do Ponta Porã Sem Fronteiras CVB, Anderson Carpes.
Eduardo Gaúna, presidente da Associação Comercial e Empresarial de Ponta Porã, conta que a primeira edição do evento foi o maior do Centro Oeste. “Este ano estamos mais que preparados para recebermos visitantes dos dois lados da fronteira”,  afirmou Gauna.
O empresário e presidente da Câmara de Indústria e Comércio de Pedro Juan Caballero, Pedro Bondiman, alerta que as lojas que participam do Black Friday estarão com um banner que indica sua participação.
“Estamos dando descontos reais de 10, 20, 30, 40 e 50% para os clientes. Falo isso pois há lojas que podem dar 10%, outra pode dar 30% e assim vai. Tem produtos que a margem é pequena e só pode dar 10% desconto”, explica Bondiman.

Turismo
"Antes do Black Friday o comércio na fronteira sempre foi sazonal, com o primeiro Black Friday as vendas bateram record e as pessoas começaram a perceber o potencial da fronteira", comentou o empresário Anderson Carpes.
A partir do Black Friday as cidades de Ponta Porã-MS e Pedro Juan Caballeiro-PY começaram a receber 120 mil turistas por mês. "Antigamente Bonito era o local que recebia mais turistas aqui no Estado. Vendo isso, os empresários começaram a ampliar suas lojas, o que resultou no maior metro quadrado de vendas de importados de todas as fronteiras com o Brasil", diz.
Carpes conta que o que mais querem fazer agora é investir no  turismo da fronteira como um todo. “Nós reconhecemos que isso garante um futuro mais seguro tanto para o Brasil quanto para o Paraguai”, finaliza.
Hoteis envolvidos na promoção.
Todos os hotéis participam do Black Friday, mas não com ofertas. Também há a opção de mais 20 mil leitos nas casas das pessoas que abrem suas portas para receber turistas durante o evento.
Caso não haja mais reservas em hotel, é só entrar em contato com o Motor Cycle para ter mais informações sobre hospedagens alternativas.
O objetivo é receber e impressionar cada visitante permitindo que ele viva a fronteira entre ele e suas mais incríveis emoções. O turista vai também poder aproveitar o turismo de aventura, histórico, gastronômico, acadêmico, somados ao turismo de compras que já é referência mundial. A grande novidade é que nesta edição o evento tem uma parceria com agências de viagens, que preparam excursões pelo Paraguai.

Cotas
Os  brasileiros para fazer compras no Paraguay precisa respeitar a cota que é de $ 500 dolares para quem chegar e sair de vôo e de $ 300 quem vem por terra.

Gaúna esclarece que o dólar está em torno de 8 a 10% mais baixo em relação ao ano passado,o que aumenta a expectativa de um maior número de descontos. “Trabalhamos para o dólar não ter mais influência no número de visitantes ao Black Friday”, afirma.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados