Diretor do BB garante a Murilo prioridade na licitação do aeroporto

- Nesse projeto de reestruturação serão investidos mais de R$ 36 milhões -

Boas notícias para a cidade de Dourados. Osmar Dias, vice-presidente de Agronegócio do Banco do Brasil, afirmou na semana passada que o projeto de reestruturação do aeroporto de Dourados será o primeiro a ser licitado.
A fala foi dirigida ao prefeito Murilo, durante o lançamento 'Custeio Renovável', uma nova modalidade de financiamento da produção agropecuária, no Restaurante Kikão, em Dourados.

Segundo Osmar, o projeto foi desenvolvido em conjunto com as companhias aéreas e atendendo as prioridades delas. "Dourados é uma região muito importante e vamos licitar logo o projeto para aumentar a grade de voos para cá", acrescentou.
No final do mês passado o prefeito Murilo foi a Brasília, na Secretaria de Aviação Civil, discutir detalhes do projeto da reestruturação. Na semana passada, o secretário de Planejamento, Luiz Roberto Araújo, recebeu a informação de que as obras podem ser licitadas ainda este ano para execução em 2015. Agora o prefeito Murilo recebeu mais uma boa notícia do diretor do Banco do Brasil.
Dourados está inserido no "Programa de Investimento em Logística: Aeroportos", do Governo Federal. Serão investidos R$ 36,854 milhões na obras, recursos do Fnac (Fundo Nacional da Aviação Civil), administrados pelo Banco do Brasil.
De acordo com o cenário aprovado pelo governo, a pista passará dos 1950m x 30m para 2125 m x 45 metros. O pátio de estacionamento de aeronaves passará dos atuais 9 mil m² para 16880 m², com 6 posições para embarque e desembarque simultâneos. O terminal de passageiros passará dos atuais 971 m² para 1.210 m². Serão construídos ainda uma nova taxiway (acesso à pista), Resa's (áreas de segurança nas cabeceiras) de 90x90 metros, que ainda não existe, e novo SCI (Serviço de Combate à Incêndio).
A nova estação de passageiros e SCI serão construídas distante das atuais, praticamente na metade da pista, facilitando o acesso tanto pela Avenida Guaicurus, como pela BR-463. Com o novo acesso, o aeroporto ficará a menos de 100 quilômetros de Ponta Porã. A área do aeroporto é de 301 hectares e não serão necessárias desapropriações para a ampliação.
A nova estrutura permitirá a utilização de aeronaves até o Boeing 737-800, como 90% de PMD (peso máximo para decolagem); ou seja, 71 toneladas. Essa aeronave transporta até 162 passageiros, com porões de carga em condições normais. O estudo levou em consideração a demanda de passageiros de 110 por hora em 2025 e 171 em 2035.
Quando o prefeito Murilo assumiu a Prefeitura, em fevereiro de 2011, iniciou uma série de intervenções, incluindo a construção de uma sala de embarque e investimentos que resultaram na modernização da navegação aérea e abertura de mais voos. Com o aumento muito grande da demanda, Murilo passou a trabalhar por uma estrutura nova, que finalmente será construída.


Foto: A. Frota
Legenda: Prefeito Murilo com equipe do Geiv (Grupo Especial de Inspeção em Voo), durante a inspeção de sistemas, com checagem em voo.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados