Em clima de otimismo Murilo lança Agrometal em Dourados

- Dirigentes classistas apontam o evento como muito importante para o desenvolvimento de Dourados e região -

Nem mesmo os percalços que afligem o setor industrial hoje, apontados pelos dirigentes de instituições do setor, tira o otimismo para a 4ª Feira Agrometal do Mato Grosso do Sul, que acontece nos dias 22, 23 e 24 de outubro, no Pavilhão de Eventos Dom Teodardo Leitz.

"Somos pujantes hoje na prestação de vários serviços para a região e queremos também fazer a manutenção das indústrias de Mato Grosso do Sul", afirmou o prefeito Murilo na noite desta quinta-feira, no lançamento oficial da feira, que aconteceu no pátio do Hotel 10.
Murilo e representantes de instituições e empresas parceiras na realização da feira receberam autoridades, dirigentes classistas e empresários no evento. A previsão é de que 90 empresas das áreas agrícola, industrial, de comércio e serviços e da construção civil mostrem seus produtos na feira. Haverá ainda rodada de negócios e eventos tecnológicos.
Sidnei Piteri Camacho, vice-presidente do Simmme (Sindicato das Indústrias Metal Mecânicas e de Materiais Elétricos da Grande Dourados), entidade que realiza a Agrometal juntamente com a Prefeitura, destacou o potencial da indústria metalmecânica de Mato Grosso do Sul. "Em Dourados são 748 estabelecimentos industriais na área metalmecânica, gerando 13.551 empregos com carteira assinada; a Agrometal acontece justamente num momento importante, quando a gente tem um pico desse setor", afirmou.
Sidnei também destacou o bom momento vivido pela economia de Dourados que, segundo ele cresce a passos largos. E elogiou a administração do prefeito Murilo, a qual classificou como firme e competente. "Tenho certeza de que a Agrometal vai ser uma grande feira", afirmou.
Sadí Maziero, diretor do Sicredi Centro Sul, também ressaltou a boa fase da economia de Dourados e região e disse que o Sicredi é parceiro da Agrometal para ajudar a fazer mais uma grande feira. "O desenvolvimento trás qualidade de vida e queremos ajudar a promover o desenvolvimento", ressaltou.
Nivan Ferreira Borges, superintendente regional do Banco do Brasil, disse que participar da feira é um momento muito especial para a instituição. "Essa feira ajudar a promover o setor sucroenergético que é muito importante para o Estado. Por tudo o estão fazendo e pelo que foi feito acredito que será novamente uma grande feira", afirmou o superintendente.
Flávia Rosa, gerente regional do Sebrae/MS, também destacou a Agrometal como muito importante para fortalecer o setor industrial do Estado. "Além da rodada de negócios seremos parceiros em várias outras atividades", afirmou.
Idenor Machado, presidente da Câmara de Vereadores, destacou a Agrometal como muito importante para alavancar a economia de Dourados e região. Disse ainda que a Câmara sempre foi parceira do prefeito Murilo nas ações para o desenvolvimento de Dourados. "Murilo é um idealista; ele sempre está buscando tecnologia para Dourados. Pode ter certeza Murilo que seu trabalho vai surtir e já está surtindo efeito. A Câmara está do seu lado pelo desenvolvimento", disse o vereador.
Ambiente Criado - Murilo ressaltou durante o discurso que a Agrometal é resultado de um ambiente que começou a ser criado lá atrás, quando ele era vice-governador de André Puccinelli, com o incentivo à produção e industrialização da cana-de-açúcar. "Quando assumi a Prefeitura [em 2011] trouxemos o Canasul para Dourados e criamos a Agrometal para apoiar as usinas instaladas no Estado", disse Murilo.
"Nossa proposta sempre foi criar condição para que a manutenção das usinas fosse feita aqui no Estado; por isso criamos o projeto [Pólo de Serviços do Setor Metalmecânico de Dourados e Região] e estamos atraindo as indústrias de manutenção para cá. Você imagina colocar uma peça em cima de um caminhão e rodar mil quilômetros para consertar em São Paulo", ressaltou Murilo.
A Agrometal, segundo o prefeito, é um mecanismo para trazer as indústrias para conhecer o potencial de Dourados como pólo de manutenção, e também para mostrar aos industriais os serviços que a cidade já oferece.
Participaram também, Paulo Aurélio Arruda, diretor da Biosul, Cândido Gimenez, presidente da CDL Dourados, Lucélia Castro, presidente do Sinvesul, Haley Nonato de Oliveira, diretor na Embrapa Agropecuária Oeste, vereadores e gerentes do Banco do Brasil e do Sicredi.


Foto: A. Frota
Legenda: Prefeito Murilo destaca ambiente criado para o desenvolvimento do setor sucroenergético em Dourados

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados