Paraguaios encerram visita a Dourados e se encantam com agricultura familiar


- Modelo adotado por Murilo serve de experiência para futuros projetos a serem desenvolvidos no país vizinho -

"Foi espetacular; muito proveitosa. Aprendemos muito e estamos levando experiências importantes para desenvolvermos no Paraguai". A afirmação é do engenheiro agrônomo Julio Inocêncio Diaz, assessor técnico do Ministério de Agricultura y Ganaderia do Paraguai, que lidera a missão formada por 12 técnicos que ficou três dias em Dourados.

Durante esse período, os técnicos, que são engenheiros agrônomos, veterinários, pesquisadores e assistentes sociais do ministério e assessores da Presidência da República, visitaram propriedades rurais da Agrovila Formosa, piscicultura, a Embrapa Agropecuária Oeste e assistiram a várias palestras sobre a gestão do sistema de apoio à agricultura familiar desenvolvido pela Prefeitura de Dourados.
Zully Vargas, da área de assistência rural do ministério, destaca de forma especial o acompanhamento que o pequeno produtor recebe em Dourados e a integração dos sistemas de apoio que ele recebe. "Vi que aqui o produtor tem acompanhamento do plantio até a comercialização. Pude ver nas visitas o entusiasmo do produtor de Dourados", afirma a extencionista rural.
"O envolvimento do município com o produtor aqui em Dourados é muito importante. Ele não se sente abandonado. Há uma presença real do Estado, tanto na pesquisa, quanto na assistência técnica e como programas que auxiliam na comercialização. Gostei muito", afirma a técnica.
Na manhã desta quarta-feira, encerrando a missão, os paraguaios conheceram a Embrapa Agropecuária Oeste, uma das melhores instituições de ensino do Brasil. Os pesquisadores Harley Nonato, Auro Otsubo, Cláudio Lazarotto e Milton Padovan apresentaram as instalações da instituição, campos de pesquisa e mostraram como funciona e transferência da tecnologia produzida ao produtor.
Maria Alejandra González Ramires e Laura Cristina González Gomes, do Gabinete Social da Presidência da República gostaram muito dos programas de comercialização implementados em Dourados para garantir a compra da produção do pequeno produtor. "Esse sistema de obrigatoriedade de compras de 30% da agricultura familiar para a merenda escolar e programas de combate a fome nós não temos ainda no Paraguai. É muito interessante", afirma Laura.
As palestras técnicas sobre os programas de apoio à agricultura familiar foram aplicadas no auditório do Sesi. A missão conheceu o PAA (Programa de Aquisição de Alimentos) e PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar), o programa Mesa Brasil do Sesc, os sistema de cadastro dos produtores e de assistência técnica.
José Eduardo Ortíz, do setor de estatísticas agropecuárias do Paraguai disse que pode aprofundar em vários programas que o Paraguai pretende implantar. "A organização dos produtores e os programas de apoio do governo aqui são muito interessantes", afirma.
Milner Cardozo, da área de assistência técnica do Ministério de Agricultura, destaca de forma especial o sistema de compra pública de produtos do campo desenvolvido no Brasil. "É um modelo muito interessante que estamos implantando lá. Foi excelente o que vimos aqui", ressalta.
Além dos técnicos já citados participaram da missão Miguel Angél Cardozo, Leoncio Quintana, Maria Elena Granados, Diana Catalina Zorrilla Rodas, Rubén Dario Caballero González e Nelly Pablina Alvarenga Sosa.
A missão foi acertada pelo prefeito Murilo em julho durante visita que fez ao ministro Jorge Gattini, no gabinete dele em Assunción. A coordenação da agenda da missão e acompanhamento dos técnicos paraguaios foi feita pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável, que mantém em nome do prefeito Murilo as relações de Dourados com o Paraguai, com o apoio da Secretaria de Agricultura Familiar e Economia Solidária. O secretário Wladimir Silva e o técnicos Adolfo Garcia e Lidiane Zanata acompanharam os paraguaios durante toda a missão.

Foto: A. Frota
Legenda: Técnicos conheceram vários setores, inclusive uma cooperativa de leite

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados