Pitacos de quinta

Marina avança!
A última pesquisa divulgada pelo Datafolha aponta evolução na candidatura a Presidência da República, de Marina Silva (PSB) que deixou para trás Aécio Neves (PSDB) e está empatada tecnicamente com a presidente Dilma Rousseff (PT) chegando a menos de 30 dias das eleições como favorita também para bater a petista em um possível 2º turno. Nas pesquisas, Marina aparece com 50%, ante 40% da petista no segundo turno. Desde a primeira quinzena de agosto, a candidata do PSB passou de 21% para 34% das intenções de voto, mesmo índice obtido atualmente por Dilma (34%), que teve oscilação negativa, dentro da margem de erro, no mesmo período (tinha 36%). Quem mais perdeu terreno na corrida presidencial, no entanto, foi Aécio, que na pesquisa anterior empatava com Marina (tinha 20%) e agora aparece com 15%, seu menor índice desde o início da campanha, quando Eduardo Campos ainda era o candidato do PSB. Na pesquisa espontânea, sem a apresentação de nenhum nome aos eleitores, as menções à Marina Silva mais do que triplicaram desde meados de agosto, passando de 5% para 22%. No mesmo período, a preferência espontânea por Dilma cresceu de 24% para 27%. As indicações espontâneas ao nome de Aécio oscilaram de 11% para 10%, e ficou em 6% a taxa dos que dizem espontaneamente que votarão em branco ou nulo. Com o início do horário eleitoral gratuito nos meios eletrônicos, que teve início em 19 de agosto, recuou de 49% para 32% a fatia dos que não souberam apontar nenhum nome espontaneamente. Nas simulações de segundo turno, Marina abriu vantagem sobre Dilma: na última pesquisa, a pessebista tinha 47%, e a candidata do PT, 43%, em um empate técnico no limite da margem de erro. Atualmente, Marina tem 50%, ante 40% da petista. Há ainda 7% que votariam em branco ou nulo, e 3% que não souberam ou não quiseram opinar. Rejeição - A rejeição ao nome de Dilma Rousseff se mantém alta entre o eleitorado brasileiro: 35% não votariam de jeito nenhuma na candidata do PT, índice similar ao registrado em meados de agosto (34%). Em seguida aparecem Pastor Everaldo, que viu a rejeição a seu nome subir de 17% para 23% no mesmo período, e Aécio Neves, cuja rejeição passou de 18% para 22%.

Prestando conta.


90%, dos candidatos entregaram no prazo a segunda parcial de prestação de contas da campanha eleitoral de 2014, até data limite que foi dia 2. Ainda, segundo TRE-MS, nos casos em que os candidatos, partidos e comitês financeiros não encaminharam as prestações de contas parciais, a Justiça Eleitoral divulgará as movimentações financeiras dos extratos bancários enviados pelas instituições financeiras.O resultado desta segunda parcial será divulgado no próximo sábado (6). Depois desta fase, os candidatos agora terão até 30 dias após as eleições para apresentarem a prestação de contas final da campanha.

Denunciando qualquer coisa!
Brigas judiciais iniciadas por denúncias fantasiosas estão incomodando a Justiça Eleitoral este ano. Tanto que um magistrado resolveu, no meio de uma decisão, mandar recado reclamando do que chamou de “denuncismo leviano e antidemocrático” em muitos casos levados a julgamento. O desembargador Romero Osme Dias Lopes, juiz auxiliar do TRE (Tribunal Regional Eleitoral), pontuou a situação enquanto decidia sobre um pedido de perda de horário eleitoral. Em outras palavras o juiz diz que estão denunciando qualquer coisa e as vezes faltos sem fundamentos, mas que precisam ser analisados.

Ex-combatentes
Uma cerimônia de homenagem aos ex-combatentes da FEB (Força Expedicionária Brasileira) na 2ª Guerra Mundial marcou a comemoração da Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados) em celebração à Semana da Pátria. O evento, realizado em parceria com a 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, aconteceu na manhã desta quarta-feira (03) em frente à Aced com a participação de familiares dos ex-combatentes, autoridades civis e militares, representantes do comércio, funcionários e diretores da instituição. O evento homenageou os ex-combatentes Januário Antunes, Clemente Binsfeld e Alberto Penna Machado, que integraram a FEB durante a 2ª Guerra Mundial na década de 40. Todos eles receberam uma placa de honra ao mérito pelos serviços prestados às Forças Armadas. O evento teve a participação da banda da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada e do general da brigada, Rui Yutaka Matsuda. No discurso de abertura do evento, o presidente da Aced, Antônio Nogueira, destacou que a instituição não poderia deixar de lembrar daqueles que prestaram um trabalho tão importante e honroso para o país. “A pátria é quem nos abriga e devemos esta justa homenagem a quem fez parte da história mundial”, ressaltou.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados