Doação de áreas é mais um incentivo da administração de Murilo para empresas

- Sete imóveis nos distritos industriais de Dourados estão disponíveis para indústrias e empresas de comércio e serviços -

O prefeito Murilo está disponibilizando mais sete áreas nos dois distritos industriais de Dourados para doação a empresas locais ou de outros municípios e Estados que queiram reinvestir ou investir em Dourados. São 31 mil metros quadrados de áreas disponíveis, que podem gerar entre 70 e 500 empregos diretos, dependendo da atividade a ser instalada.
No DID (Distrito Industrial de Dourados) são duas áreas de 2 mil m² cada. Já no DIVV (Distrito Industrial de Vila Vargas) são cinco áreas de 5.400 m² cada. São terrenos que podem ser usados para instalação não só de indústrias, mas também empresas de comércio e serviços.

Para concorrer às áreas os empresários precisam apresentar a proposta e inscrever-se no PDE (Programa de Desenvolvimento Econômico de Dourados), que é a lei que ampara os incentivos fiscais e doação de terrenos. A exigência é a geração de no mínimo 10 novas vagas de emprego direto.
Para a indústria, os incentivos são doação de área; isenção do ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza) sobre a obra de construção, quando for a própria empresa a contratar, e isenção do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) por até sete anos. Para o Comércio e Serviços o incentivo é apenas a doação da área.
Os interessados na solicitação de incentivo deverão preencher a carta consulta, anexar à documentação exigida e protocolar na Central do Cidadão, que fica na Avenida Presidente Vargas, 425, ou entregar na Semdes (Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável), na Avenida Weimar Gonçalves Torres, 1680-B.
A carta consulta, a Lei nº 3.532/2012 de incentivos fiscais, e a lista de documentos poderão ser impressas a partir do link do PDE no site da Semdes (http://semdes.dourados.ms.gov.br/departamentos/industria/pde) ou diretamente na sede da secretária, com Elcio Tanizaki.
O DIVV é do município e o DID do Governo do Estado, mas o processo é encaminhado pela Prefeitura de Dourados. Os terrenos existentes no DID são da parte antiga. O prefeito Murilo aguarda o Estado realizar as obras de infraestrutura na parte nova ou repassar o distrito para que o município possa disponibilizá-lo aos investidores.
Crescimento - Dourados continua chamando a atenção de empresas de outros Estados. Vários empresários procuraram a Prefeitura buscando informações para investimento no município. Porém a maioria prefere alugar um imóvel ou adquirir o terreno, o que facilita a obtenção de financiamento para erguer a obra.
Projetos de apoio ao desenvolvimento econômico e qualificação profissional criados pelo prefeito Murilo deram a visibilidade e a credibilidade que Dourados precisava para retomar o caminho do crescimento. De acordo com estatística da Junta Comercial de Mato Grosso do Sul o município ganhou 1.493 empresas no ano passado, o que dá uma média de abertura de 4,25 empresas por dia util.
A maioria das empresas que procuram a Prefeitura é dos Estados de São Paulo e Paraná, atraídas pela logística, infraestrutura, apoio e potencial de consumo. De acordo com o estudo do IPC Maps 2014, Dourados, com 16,48%, apresenta o maior crescimento no potencial de consumo entre os 10 maiores municípios da região Centro Oeste. A previsão para 2014 é de R$ 4,17 bilhões. É o 114º maior mercado do Brasil.

Foto: A. Frota
Legenda: Murilo mantém contato permanente com representantes da classe empresarial e divulga a cidade através de grandes eventos

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados