Geraldo quer Pronto Socorro no HU de Dourados


            O Hospital Universitário de Dourados é um dos poucos do país que não tem Pronto Socorro para prestar atendimento de urgência e emergência à população usuária do Sistema Único de Saúde (SUS). Por isso, o deputado federal Geraldo Resende (PMDB-MS), tem feito interlocuções junto ao Ministério da Educação, pedindo a implantação desses serviços com dois objetivos: primeiro, ampliar as opções aos usuários da saúde pública, diminuindo a superlotação hoje existente no Hospital da Vida; segundo, propiciar aos estudantes de Medicina a oportunidade de adquirirem experiência nesta área de atendimento.

         A necessidade de abertura do setor de urgência e emergência no Hospital Universitário da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) foi um dos assuntos tratados por Geraldo Resende na terça-feira (25), ao ser recebido em audiência pelo secretário executivo do Ministério da Educação Luiz Cláudio Costa, que disse apoiar a proposta. "O estudante de medicina tem de sair da universidade com conhecimento integral e a passagem por este departamento é fundamental", salientou Costa.
         Geraldo Resende também sugere que a UFGD inicie esse debate com os segmentos envolvidos na questão da saúde pública douradense. "Num momento em que a população enfrenta problemas de superlotação, falta de vagas e demora no atendimento em hospitais públicos, temos que unir forças com os alunos, professores e a sociedade em geral para encontrar o melhor caminho para criar este serviço no Hospital Universitário de Dourados", destaca.
         Durante a audiência com o secretário-executivo Geraldo Resende disse que em Mato Grosso do Sul tanto o Hospital da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), quanto o Hospital da Universidade Federal da Grande Dourados, não oferecem o serviço de Pronto Socorro. "Esse atendimento, no entanto, é recomendado nas Portarias Normativas como pré-requisito para novos cursos de Medicina", explicou o parlamentar.
         O deputado lembrou que no ano passado, o Ministério da Educação publicou portaria normativa estabelecendo pré-requisitos para a criação de novos cursos de graduação em medicina, dentre outros: número de leitos por aluno maior ou superior a cinco; número de alunos por equipe de atenção básica maior ou igual a três; e a existência de leitos de urgência e emergência, ou Pronto Socorro.
         Segundo ele, o serviço de Pronto Socorro é a porta de entrada do Sistema Único de Saúde (SUS). "Ele agrega valores fundamentais aos novos médicos. É lá que o estudante aprende a lidar com gente, com o povo e suas dores. Este é um serviço fundamental para a população. Ao requerer este ambiente para os futuros cursos e esquecer-se dos antigos, o Governo Federal tenta avançar sem retrovisor, podendo causar futuros acidentes e, quando isto acontecer, não teremos nem leitos, nem médicos com conhecimento, e nem Pronto Socorro suficiente para nos atender", salienta.
         IMC
         Na mesma audiência, o deputado solicitou e teve a garantia do acompanhamento do secretário-executivo Luiz Cláudio Costa e seus técnicos em relação aos trâmites que envolvem o Instituto da Mulher e da Criança, o IMC. O projeto já tem recursos garantidos de R$ 12,9 milhões (já pagos pelo Ministério da Saúde), além do compromisso de contrapartida de R$ 6 milhões da UFGD há mais de dois anos, porém até hoje as obras não tiveram início.
          "O secretário Luiz Cláudio Costa será mais um a cobrar a implantação desta importante unidade de saúde, que será um moderno hospital anexo ao HU da Universidade Federal da Grande Dourados", conclui o parlamentar.

Legenda da foto/divulgação:
Deputado Geraldo Resende em audiência com o secretário-executivo do Ministério da Educação Luiz Cláudio Costa.

Ricardo Minella

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados