Prefeitura realiza Dia “D” de combate a dengue com apoio do Exército


A Prefeitura de Dourados através do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) realizou nesta sexta-feira, dia 29, um Dia "D" de combate à dengue com o apoio de militares da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada e de agentes comunitários que atuam nas unidades básicas de saúde. O mutirão foi num dos bairros mais populosos de Dourados.
O ponto de encontro foi a Unidade Básica de Saúde Seleta. Deste local, as equipes se dividiram para percorrer os bairros Jardim Flórida 2, Parque do Lago 1 e Jardim Novo Horizonte. Foram feitas ações de conscientização, detecção e eliminação de focos do mosquito.

A intenção é reforçar o alerta à população quanto a prevenção da dengue e da febre chikungunya, que é transmitida pelo mesmo mosquito Aedes aegypt. Estado ano Dourados registrou apenas 173 casos notificados de dengue, sendo 33 positivos. No caso da febre são três suspeitos, ainda em investigação.
Mesmo com os índices considerados baixos pelo tamanho da população, não se pode descuidar já que somente os bons hábitos de conservação dos quintais podem conter o volume de casos das doenças no município. "A população se conscientizar sobre seu papel é o mais importante", relatou Rosana Alexandre da Silva, coordenadora do CCZ.
Mais mutirão - Neste sábado, dia 29, mais uma ação do CCZ será realizada, desta vez ainda mais abrangente, na praça Antônio João. Além do combate à dengue e febre chikungunya, será realizada panfletagem e conscientização também sobre outras zoonoses, como leishmaniose viceral humana e canina, animais peçonhentos, roedores. Haverá ainda exposição de animais como escorpiões, aranhas, entre outros, para que a população conheça de perto as características destes.
Também haverá vacinação da população canina e felina contra a raiva, basta que aqueles que não foram até o local levem seus animais para vacinar. Até o momento 41,6 mil receberam as doses. A atividade na praça marca o fim da campanha de vacinação. Ainda haverá filhotes de cães disponibilizados para adoção.
Capacitação - O trabalho de campo realizado pelos agentes é cada vez mais aprimorado pela prefeitura. Diante disso, o município tem investido na formação constante dos agentes de endemias. Nesta semana, foi realizada uma capacitação voltada a estes profissionais.
Um dos temas foi a febre chikungunya. Outro foi a leishmaniose viceral humana e canina. "Nossos profissionais são preparados para realizar todo o trabalho. O que oferecemos nesta capacitação é uma espécie de reciclagem, um reforço a mais em informações para que eles possam repassar à população para melhorar as ações preventivas", lembra Rosana.
Os agentes de endemias são os profissionais que fazem as visitas domiciliares nas casas realizando fiscalização e também orientando os moradores sobre as melhores formas de prevenir doenças como a dengue, febre chikungunya e leishmaniose. O cuidado com os quintais para não deixar água parada, material orgânico em decomposição expostos, entre outros, são rotinas diárias que devem ser mantidas pelos douradenses para evitar que mais casos das doenças aconteçam.

Foto: A. Frota/Arquivo
Legenda: Exército mantém parceria com a prefeitura no combate à dengue

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados