Força tarefa para deixar a cidade limpa

No período de chuvas Serviços Urbanos prioriza escolas, postos de saúde, praças e locais onde o mato pode prejudicar a visibilidade no trânsito


Com a temporada de chuvas, a Prefeitura de Dourados teve de redobrar os trabalhos de limpeza da cidade, no centro e bairros para dar conta do corte da grana e retirada de vegetação, que cresce acima do normal nesse período.
O secretário Márcio Katayama, da Semsur (Secretaria Municipal de Serviços Urbanos), explicou como os serviços vêm sendo realizados na cidade durante entrevista na Rádio Grande FM neste sábado, dia 10, no programa "Hora da Verdade".

Segundo ele, com a temporada de chuvas o mato vem crescendo rapidamente, mas equipes de limpeza se revezam trabalhando durante o dia e noite para dar conta do serviço, que inclui roçada e varrição de ruas e avenidas, parques, praças e canteiros.  Em dezembro, por exemplo, choveu quase todo dia, com a precipitação chegando aos 120 milímetros.
Uma frente emergencial trabalha com sete equipes em toda a cidade para atender a grande demanda, que aumenta nesta época do ano devido às chuvas constantes. O trabalho é realizado no centro da cidade e gradativamente está se deslocando para os bairros até chegar aos distritos.
"No fim do ano passado fizemos a limpeza em praticamente toda a cidade, mas o excesso de chuvas e calor vem acelerando o crescimento do mato, por isso a prefeitura precisou intensificar o serviço para manter a cidade limpa. Entretanto, como são muitos locais a serem limpos, a Semsur prioriza os casos mais urgentes, que são os cemitérios, pátios de escolas, postos de saúde, praças e canteiros da área central ou de outros locais onde o mato pode prejudicar a visibilidade no trânsito", disse.
Nos casos dos cemitérios, ele disse que já está estudando uma forma de manter uma equipe permanente para dar manutenção diariamente nesses locais.
De acordo com o secretário, o trabalho mais intenso segue até o mês de março. Depois da mudança de estação e com o clima mais ameno, o mato cresce devagar e a situação se normaliza.
Ele disse que espera voltar em breve com os mutirões de limpeza nos em bairros, que envolvem várias secretárias, principalmente para prevenir a proliferação do mosquito da dengue.
O secretário também orientou a população para fazer o descarte correto do lixo, utilizando os locais próprios criados pela Prefeitura em caso de poda e roçada. Em caso de descarte de lixo eletrônico ou doméstico, como sofá, por exemplo, as pessoas devem contratar uma empresa particular. Em muitas situações as pessoas descartam esse tipo de lixo em terrenos baldios ou áreas ambientais, fazendo aumentar o número dos chamados 'lixões' na cidade. Ele lembra que essa atitude pode gerar multas e até prisão, dependendo do caso.
Na semana passada as equipes de limpeza foram deslocadas para atender os cemitérios públicos, toda a extensão das ruas Weimar Torres e da Hayel Bon Faker; quadrilátero entre a Joaquim Teixeira Alves e Cuiabá, da Floriano Peixoto até a Aquidauana; quadrilátero entre a  Weimar Gonçalves Torres e a Ponta Porã, da Aquidauana até a Floriano Peixoto; avenida de acesso ao Distrito Industrial. A limpeza da região central, de maior movimento do comércio, é realizada diariamente.
As equipes também foram deslocadas para a retirada de entulhos dos lixões localizados nos portões do Parque Ambiental do Cachoeirinha, lateral da Via Park, Campo Dourado, Portalzinho e fundos do Parque Ambiental Rego D'água.
Informações sobre a destinação correta do lixo podem ser obtidas no Departamento de Serviços Urbanos, pelo telefone 3424-3358.


Legenda: Prefeitura intensifica trabalhos para vencer o crescimento exagerado da vegetação nos períodos de chuvas e manter a cidade bonita


Foto: A. Frota

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados